Cuiabá, 02 de Dezembro de 2022
logo

25 de Novembro de 2022, 10h:45 - A | A

POLÍCIA / INFÂNCIA CORROMPIDA

Mulher denuncia “amigo” que estuprou a filha de 11 anos em casa

Salmo frequentava a casa da vítima, em Petrolina de Goiás, e aproveitou de ser conhecido para cometer o crime

ANDREINA GONÇALVES
G5 NEWS



Salmo Gabriel da Silva, de 46 anos, foi preso pela Polícia Civil de Goiás, acusado de abusar sexualmente de uma menina de 11 anos, em Petrolina de Goiás.

A mãe da vítima foi quem denunciou o agressor, ela conta que pela mudança de comportamento da filha foi possível perceber algo de errado. As suspeitas foram confirmadas quando a escola da garotinha ligou e pediu que a responsável fosse para lá para conversar.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

A menina contou à mãe todo o ocorrido. Segundo ela, o acusado foi até a residência delas, cerca de quatro meses atrás, e alegou que precisava pegar um objeto que a própria mãe da vítima teria pedido. Com a inocência de uma criança, ela abriu a porta e permitiu a entrada de Salmo.

Quando a menina buscou o objeto e voltou à sala, o agressor estava sentado à aguardando e a puxou para que ela também sentasse, ao lado dele. Com o passar do tempo, a vítima disse ao homem que precisava ir até a casa da avó e foi quando a violência começou. Ele começou a acariciá-la e tirou a bermuda dela, e ia passando as mãos pelas coxas e barriga da menina.

Em seguida, a garota pediu que ele parasse, mas ele seguiu com as carícias até tirar a calcinha e abusar da vítima com os dedos enquanto tapava a boca dela para que não gritasse por socorro.

Ele, também, pegou a mão da menina e fez com que ela colocasse nos órgãos genitais dele. O abuso não continuou porque o agressor ouviu um barulho próximo e sentiu-se ameaçado e foi embora. Leia mais em G5NEWS

Comente esta notícia