Cuiabá, 16 de Agosto de 2022
logo

11 de Dezembro de 2017, 08h:14 - A | A

POLÍCIA / NA DELEGACIA

Homem morre de ataque cardíaco após se recusar a pagar travesti

Ele foi agredido por populares e teve uma parada cardíaca na Central de Flagrantes de Várzea Grande.

RAUL BRADOCK
DA REDAÇÃO



Clewerson Neris Assunção de Souza , 23 anos, morreu após ter uma parada cardíaca na Central de Flagrantes de Várzea Grande. Ele estava detido, na madrugada deste domingo (10), após não pagar um programa sexual a uma travesti, na região do Zero km – ponto de prostituição da cidade.

Ele chegou a ser socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas morreu no caminho para o Pronto-Socorro.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

A Polícia Militar foi acionada por populares que estavam segurando o rapaz e a motocicleta em um posto de combustíveis.

Ao chegar no local, testemunhas disseram que ele foi a um motel com a travesti e agrediu a vítima, tentando fugir sem pagar o programa sexual.

A detenção também foi realizada pelo fato da moto que ele estava, uma Honda Fan 125, estar com o licenciamento atrasado. Também foi constatado embriaguez ao realizar o teste do bafômetro.

Ao ser preso, o homem ainda indicou seu endereço aos policiais, pois queria pagar o valor devido. No local, o pai dele deu a quantia de R$ 200 à vítima pelo programa sexual.

Ainda conforme a PM, o homem estava com diversas lesões no corpo, devido às agressões sofridas quando foi detido por populares. Ele passou mal na delegacia e morreu logo em seguida.

Após a confirmação da morte, o corpo foi recolhido e encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) para exames de necropsia, antes de ser liberado para procedimentos funerários.

Comente esta notícia