Cuiabá, 01 de Dezembro de 2022
logo

05 de Dezembro de 2016, 16h:50 - A | A

POLÍCIA / COMANDO GERAL

Explosão de caixa eletrônico pode ter tido participação de PMs, diz delegado

O crime foi realizado na manhã desta segunda-feira (5), em Cuiabá; guardas do quartel só agiram quando ouviram a explosão do equipamento

LUIS VINICIUS
DA REDAÇÃO



O delegado Flávio Stringuetta, da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), admitiu que a tentativa de roubo ao caixa eletrônico do Quartel do Comando Geral (QCG), da Polícia Militar, na madrugada desta segunda-feira (5), pode ter contado com a participação de policiais.

Ao , Stringuetta explicou que a forma como os bandidos chegaram ao local, sem a necessidade de rendição dos guardas do quartel, levanta a suspeita por parte da Polícia Civil.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Os bandidos invadiram o Comando da PM, na Avenida do CPA, por volta de 3 horas de hoje. Eles explodiram o equipamento, mas não levaram dinheiro.

“Pelo fato de o crime ter sido cometido a menos de 24 horas, é prematuro apontar o que de fato aconteceu, na madrugada, no Quartel do Comando Geral. Esses criminosos costumam render as pessoas, que podem provocar a primeira reação. Nesse caso, militares estavam de guarda. Chama a atenção porque não houve rendição. Eles agiram mesmo com policiais militares estando bem próximos e sabendo que, com o barulho da explosão, haveria reação dos guardas. Não descartamos, em nenhuma hipótese, a participação de policiais no crime”, disse Stinguettam.

Para o delegado, a ação dos bandidos configura uma afronta às autoridades policiais.

“Em princípio, enxergamos isso como uma afronta e uma audácia da parte desses criminosos, ao agirem dentro do Comando Geral da Polícia Militar. Isso está sendo investigado como uma quadrilha externa que agiu contra uma instituição”, explicou.

No entanto, Stringuetta afirmou que, pelas primeiras investigações, a conclusão é de que os bandidos que tentaram explodir o caixa eletrônico são inexperientes.

“O que levantamos é que essa quadrilha parece não ter experiência nesse tipo de ação, já que utilizou uma quantidade muito grande de explosivo – o que seria excessivo para ao desfecho da ação. E acabaram não obtendo”, explicou.

O delegado negou, também, a possibilidade de que o crime tenha sido praticado por alguma facção criminosa.

“Se esses grupos pretendessem alguma coisa, eles avisariam ou reivindicariam a autoria do crime", disse.

Sobre o crime

Os policiais que faziam a guarda do quartel escutaram um barulho e acionaram o apoio de policiais do 3º Batalhão, na região do CPA

Uma equipe do Batalhão de Rondas Ostensivas Tático Móvel (Rotam) chegou ao local e constatou o caixa eletrônico todo destruído.

O dinheiro, no entanto, não foi levado pelos ladrões.

PM abre procedimento

Em nota, a Polícia Militar informou que foi aberto um Inquérito Policial Militar (IPM) para apurar as circunstâncias do crime.

O comunicado afirma que os procedimentos de segurança predial estão sendo revistos, em razão da falha na segurança no momento do crime.

Confira a íntegra da nota da Polícia Militar:

"A Polícia Militar informa que houve uma tentativa de furto ao caixa eletrônico, por volta das 3 horas de hoje (5.11), no Quartel do Comando Geral, em Cuiabá, com uso de explosivo.

Em virtude disso, foi aberto Inquérito Policial Militar (IPM) para apurar as circunstâncias do fato e os procedimentos de segurança predial estão sendo revistos, em razão da falha na segurança orgânica.

A perícia técnica foi acionada para levantar informações detalhadas da ação.

Além disso, unidades especializadas e de inteligência estão em diligências na tentativa de localizar qualquer suspeito de envolvimento no ato".

 

Leia mais

 

Bandidos explodem caixa eletrônico do Comando Geral da Polícia Militar, na Capital

Comente esta notícia

Gilston 06/12/2016

Eu ja tive lá no comondo da policia milita geral. Percebi que a guarita de segurança, fica muito longe do quartel. O ideal seria monitoramento em todos os corredores de câmera com gravação em nuvem,sendo monitorado pela central do CEOSP ou SEJUSP, e também, um posto la dentro do quartel, e não só la fora na guarita. Gente, estamos falando do Quartel do comendo Geral da PM de MT

Sebastian 05/12/2016

Será que chamaram a polícia? :D kkkkk

2 comentários

1 de 1