facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 21 de Junho de 2024
21 de Junho de 2024

11 de Novembro de 2022, 10h:46 - A | A

POLÍCIA / VIOLÊNCIA MÁXIMA

Corpo de criminoso é achado esquartejado em matagal de Mato Grosso

Corpo da vítima tinha perfurações de arma de fogo no peito e abdômen.

APARECIDO CARMO
DO REPÓRTER MT



João Filho da Silva Amaral, de 42 anos, foi encontrado morto e esquartejado em uma região de mata na cidade de Tapurah (450 km de Cuiabá), na manhã dessa quinta-feira (10). A vítima tinha uma longa ficha criminal e estava desaparecida desde o último dia 5 de novembro.

Segundo a Polícia Civil, a suspeita é que o crime tenha sido executado a mando de uma facção criminosa, já que, de acordo com o delegado Guilherme Pompeo, responsável pelas investigações, a execução segue o modelo das praticadas por esses grupos criminosos.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

“O que podemos falar, a priori, é que trata-se de um crime a mando de facção criminosa, vê-se que a vítima foi esquartejada e o modus operandi típico, idêntico ao que as facções praticam. É um conhecido antigo da polícia civil, ele realmente tinha envolvimento com o tráfico de drogas”, disse em entrevista à TV Buritis, afiliada da Record na região.

A equipe da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) teve dificuldades para reunir as partes do corpo, já que elas estavam jogadas dentro de um córrego, numa área de difícil acesso e enroladas em pedaços de pano e plástico.

Análise preliminar apontou diversas perfurações por arma de fogo na região do peito e abdômen, o que leva a crer que ele foi morto e depois esquartejado. Além disso, a execução foi realizada em outro lugar e o corpo desovado onde foi encontrado.

A Polícia Civil investiga o caso.

LEIA MAIS - Idosos são mortos a golpes de foice; corpos foram jogados em poço

Comente esta notícia