facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 13 de Junho de 2024
13 de Junho de 2024

29 de Maio de 2024, 09h:07 - A | A

POLÍCIA / SENSAÇÃO DE IMPUNIDADE

Comandante da PM defende que assassino de policial tenha prisão perpétua

O agente foi morto com um tiro na cabeça em frente da UPA da Morada do Ouro

THIAGO STOFEL
REPÓRTERMT



O Comandante da Polícia Militar de Mato Grosso, coronel Alexandre Mendes, lamentou a morte do policial Odenil Alves Pedroso, assassinado com tiro na cabeça na terça-feira (28), e detonou a legislação brasileira por não prever punições mais severas para este tipo de crime. 

LEIA MAIS - Mauro e Roveri lamentam morte de PM e garantem que "crime covarde" não ficará impune

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

LEIA MAIS - Morre sargento que foi baleado na cabeça em frente da Upa Morada do Ouro

Que país é esse onde um criminoso pode assassinar um policial sem esperar uma pena perpétua ou, no mínimo, uma pena sem qualquer tipo de progressão? Com a palavra nossos legisladores”, criticou em nota à imprensa. 

O comandante reforçou que o sentimento é de revolta, como um pai que perde um filho.

Ainda na terça-feira, Mendes determinou uma caçada ao criminoso matou Odenil. 

"Agora, ainda mais, dedicaremos toda nossa energia e sentimento na caça aos criminosos. A operação está em andamento, sem trégua, e não terá fim enquanto não houver pronta resposta”, destacou. 

O crime

O sargento de 47 anos foi assassinado com um tiro na cabeça enquanto comia em uma lanchonete em frente à UPA da Morada do Ouro. 

A vítima foi resgatada e encamihada para o Hospital Municipal de Cuiabá, mas morreu durante a cirurgia.

Comente esta notícia

Welton 29/05/2024

Esse e um país individualista cada um dos grupos buscando seus interesses e a população só com direito de pagar impostos

positivo
2
negativo
2

1 comentários

1 de 1