Cuiabá, 12 de Agosto de 2022
logo

18 de Dezembro de 2017, 07h:00 - A | A

PODERES / NOVO PRONTO-SOCORRO

Taques confirma convênio com Prefeitura para compra de equipamentos

O governador Pedro Taques e o prefeito Emanuel Pinheiro (PMDB) devem tratar do assunto na segunda-feira (18), durante reunião no Palácio Alencastro.

CAROL SANFORD
DA REDAÇÃO



O governador Pedro Taques (PSDB) confirmou que fará um convênio com a Prefeitura de Cuiabá para viabilizar recursos na ordem de R$ 30 milhões, destinados à compra de equipamentos para o novo Pronto-Socorro.

“O Governo vai fazer o convênio e a Prefeitura ficará responsável por fazer a licitação e o projeto do aparelhamento do Pronto-Socorro”, disse Taques.

“O Governo vai fazer o convênio e a Prefeitura ficará responsável por fazer a licitação e o projeto do aparelhamento do Pronto-Socorro”, disse Taques, na sexta-feira (15).

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Ele e o prefeito Emanuel Pinheiro (PMDB) devem tratar do assunto nesta segunda-feira (18), durante reunião no Palácio Alencastro. A reunião estava marcada para a última quarta-feira (13), porém precisou ser adiada devido aos problemas de saúde do governador, que foi diagnosticado com pneumonia.

Na oportunidade, Emanuel também deve apresentar ao governador o modelo de licitação para a compra dos equipamentos do novo Pronto-Socorro.

“Licitação essa que queremos publicar ainda este mês. Também queremos mostrar o modelo de gestão que será adotado quando o Pronto-Socorro estiver em funcionamento”, contou o prefeito.

Inicialmente, os recursos para a compra dos equipamento do Pronto-Socorro seriam provenientes de emenda parlamentar da bancada federal de Mato Grosso.

Queremos mostrar o modelo de gestão que será adotado quando o Pronto-Socorro estiver em funcionamento”, contou o prefeito Emanuel Pinheiro.

No entanto, atendendo a pedido de Taques, a bancada destinou a totalidade da emenda, R$ 100 milhões, para regularizar os repasses com a Saúde pública estadual. Para tanto, o governador assumiu o compromisso de destinar R$ 30 milhões, por meio de convênio para que a Prefeitura adquira os equipamentos da nova unidade hospitalar.

“Preciso destes R$ 30 milhões e vamos buscar saber do governador quando estes recursos estarão disponíveis e poderão ser liberados”, esclareceu o prefeito.

De acordo com Emanuel, o projeto e especificações de mobiliário, valores e modelos de licitação e gestão já foram apresentados ao Ministério Público do Estado (MPE), que não se opôs às propostas municipais.

Comente esta notícia