Cuiabá, 27 de Novembro de 2022
logo

05 de Outubro de 2022, 17h:00 - A | A

PODERES / "CONDENADO, NÃO"

Prefeito de Lucas abandona partido após sigla escolher Lula; "A favor do Brasil, Bolsonaro 22", diz

DO REPÓRTER MT



O prefeito da cidade de Lucas do Rio Verde (330 km de Cuiabá), Miguel Vaz Ribeiro, anunciou nessa terça-feira (04) que vai se desfiliar do Cidadania, partido pelo qual foi eleito em 2020. A decisão foi tomada após Roberto Freire, presidente da sigla, anunciar que o partido vai apoiar a campanha do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Ribeiro postou um vídeo em suas redes sociais em que aparece ao lado do vice-governador Otaviano Pivetta (PDT), que também já se manifestou publicamente contra a reeleição de Lula, que governou o país entre 2003 a 2011.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

“Com a declaração do Roberto Freire onde o Cidadania, que é o meu partido, declara apoio ao Lula, eu estou pedindo a minha desfiliação no dia de hoje, certo? Não estarei mais filiado ao Cidadania. [...] A favor do Brasil, Bolsonaro 22”, disse o prefeito no vídeo publicado.

Na legenda da postagem, Miguel Ribeiro foi ainda mais enfático e disse não ser possível “compactuar com essa situação, ver o meu partido apoiar um candidato a Presidência da República, preso por inúmeros processos de corrupção”. Além disso, reforçou o “apoio incondicional” à reeleição de Jair Bolsonaro (PL).

Desde a segunda-feira (03), lideranças políticas de toda as regiões de país tem tomado partido entre as candidaturas de Lula e Bolsonaro, que disputam o segundo turno no dia 30 de outubro.

Comente esta notícia

Milena 07/10/2022

"Não julguem, para que vocês não sejam julgados. Pois da mesma forma que julgarem, vocês serão julgados; e a medida que usarem, também será usada para medir vocês. Mateus 7:1-2 Consegue interpretar???

dom-mt 06/10/2022

Sujeito homem, honrado, tem q ser assim mesmo, partido que pende pro lado errado o cidadao tem q ter essa postura, desfilia e procura o partido que ele acha q é mais coerente, parabéns. Assim deveria ter sido a postura do CIRO GOMES.

Fenix Fenix 05/10/2022

Ainda é cedo até logo.

3 comentários

1 de 1