facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 18 de Julho de 2024
18 de Julho de 2024

22 de Novembro de 2017, 07h:00 - A | A

PAPO RETO / INVESTIGADA PELO GAECO

Unemat faz contrato milionário com fundação que desviou R$ 3 milhões

DA REDAÇÃO



A Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) contratou a Fundação de Apoio ao Ensino Superior Público Estadual (Faespe), ao custo de R$ 2,4 milhões, para a implantação de cursos nos campi de Vila Rica, Luciara e Confresa.

A autorização para contratar a Faespe, inclusive, com dispensas de chamamento público, foi da reitora Ana Maria di Renzo.

Segundo a publicação no Diário Oficial do Estado, que circulou nesta terça-feira (21), o Governo do Estado irá pagar por dois contratos o valor de R$ 892,5 mil e R$ R$ 677,6 mil para a implantação dos cursos de Zootecnia e Filosofia, respectivamente, no campus da Unemat de Vila Rica.

Em Luciara, a Faespe receberá R$ 761.157,60 para ministração do curso de Física, sendo que o campus de Confresa a fundação vai levar R$ 717.034,16 para implantar e executar o curso de Sociologia.

É importante lembrar que a Faespe está sendo investigada na Operação Convescote, deflagrada pelo Grupo de Atuação Especializado de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), após membros da fundação desviar cerca de R$ 3 milhões de órgãos públicos, como Assembleia Legislativa e Tribunal de Contas do Estado, por meio de empresas fantasmas. 

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Comente esta notícia