facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 22 de Maio de 2024
22 de Maio de 2024

23 de Setembro de 2010, 22h:13 - A | A

PAPO RETO /

No You Tube: Yuri Bastos emite nota para explicar vídeo suspeito



Um vídeo contendo imagens de Yuri Bastos Jorge, diretor da Agecopa, contando maços de dinheiro foi postado no You Tube. O vídeo não tem áudio e, segundo fontes, teria sido postado com objetivos eleitorais. Bastos Jorge emitiu, nesta tarde, a seguinte nota à imprensa:

"Diante de inverdades divulgadas e em respeito à sociedade, esclareço que as imagens veiculadas, anonimamente, são fruto da maldade e da covardia de alguns. Em função desta veiculação caluniosa, esclareço o seguinte:

1 - As imagens veiculadas são de 2006 e se referem a uma reunião com o meu contador pessoal e profissional Hilton Paes de Barros, da Contasse Contabilidade. Os recursos gravados pelo circuito interno de segurança do escritório do contador se referem ao pagamento de pessoas contratadas e que trabalharam na campanha de 2006 quando fui candidato a deputado estadual.

2- Os recursos têm origem, legalidade e foram declarados à Justiça Eleitoral, mais precisamente junto ao Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso ( TRE/MT) que aprovou minhas contas de forma clara e honesta.

3- Acredito estar sendo vítima de uma possível extorsão para me comprometer enquanto membro do Governo do Estado, tanto é que ainda em fevereiro deste ano de 2010 estive na Polícia Judiciária Civil denunciando o extravio das imagens e pedindo providências. Sete meses atrás, solicitei também que fosse instaurado inquérito investigativo para evitar o uso indevido e criminoso destas imagens, como está acontecendo agora.

4- Na mesma época o próprio contador registrou em Cartório uma declaração alertando para o fato das imagens do circuito interno da Contasse Contabilidade terem sido extraviadas e que poderiam ser manipuladas de forma criminosa.

5- A farsa é tão gritante que basta comparar as imagens do vídeo com a realidade da minha pessoa hoje para ver que se trata de imagens antigas. A montagem é absurda, leviana e menospreza a capacidade da sociedade e da própria imprensa em reconhecer o objetivo espúrio de difamar e caluniar a minha pessoa e o governo de Mato Grosso em momento eleitoral.

6- Informo, finalmente, que já tomei providências para a identificação dos responsáveis pela inserção do vídeo na internet, que serão responsabilizados na forma da lei.

7- Os documentos originais protocolados em Cartório e na Polícia Civil estão à disposição da imprensa e demais interessados.

Na certeza de que estes esclarecimentos servirão para restabelecer a verdade, solicito publicação na íntegra.

Atenciosamente
Yuri Bastos Jorge

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Comente esta notícia