Cuiabá, 09 de Dezembro de 2022
logo

28 de Novembro de 2016, 14h:00 - A | A

PAPO RETO / RADIOGRAFIA DA CRISE

Medidas de Pedro Taques em MT têm repercussão nacional

DA REDAÇÃO



Perto do que acontece no Rio de Janeiro e no Rio Grande do Sul, a crise financeira parece menos ruim em Mato Grosso. Nesses dois estados, os governos tomaram medidas drásticas e decretaram estado de calamidade publica. Ambos estão falidos. Em MT, o governador Pedro Taques (PSDB) adotou pagamento de forma escalonada desde abril, agora definiu o pagamento para todos os servidores até o dia 10 de cada mês. 

Essa radiografia da crise é abordada em reportagem especial do site UOL. O levantamento revela que a crise financeira que afeta os Estados levou os governos a adotar medidas drásticas, entre elas demissões de funcionários; atraso, escalonamento ou parcelamento nos salários; redução de vencimentos do primeiro escalão e o 'esquecimento'  da RGA.

Leia AQUI a íntegra da reportagem do UOL.

 

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Comente esta notícia