facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 17 de Julho de 2024
17 de Julho de 2024

12 de Dezembro de 2017, 16h:39 - A | A

PAPO RETO / ACUSADO DE EXTORSÃO

Juíza Selma manda ação contra policial do Gaeco para Vara Militar

DA REDAÇÃO



A juíza da 7ª Vara Criminal, Selma Arruda, encaminhou o processo contra o policial Franckciney Canavarros Magalhães, que atuava no Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e foi acusado de tentar negociar informações da Operação Convescote, para a 11ª Vara Criminal Militar.

A decisão da magistrada é do dia 6 de dezembro e atende à nova legislação, que determina caber à Vara Militar julgar os possíveis crimes cometidos pelo agente.

Segundo o Ministério Público do Estado (MPE), Franckciney teria agido de forma a obstruir as apurações referentes à operação. Ele foi preso pelo Gaeco, no dia 15 de setembro.

A Operação Convescote apura esquema de desvio de mais de R$ 3 milhões dos cofres públicos, por meio de convênios firmados entre a Fundação de Apoio ao Ensino Superior Público do Estado (Faespe) e a Assembleia Legislativa, Tribunal de Contas do Estado (TCE), Secretaria de Estado de Infraestrutura e Prefeitura de Rondonópolis. A Faespe criava “empresas fantasmas” para simular a prestação de serviços.

 

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Comente esta notícia

Cpa 13/12/2017

Lavou as as mãos né Juíza. Jogou para os militares onde vai acabar em pizza.

positivo
0
negativo
0

1 comentários

1 de 1