facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 24 de Maio de 2024
24 de Maio de 2024

01 de Setembro de 2010, 11h:20 - A | A

PAPO RETO /

IBGE: país melhora mas ainda apresenta graves problemas sociais



Pesquisa divulgada hoje pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) mostra que o Brasil avançou nos principais indicadores de sustentabilidade, mas ainda apresenta graves problemas ambientais e sociais.

Na área da educação, a taxa de escolarização na faixa etária entre 7 e 14 avançou de 86,6% em 1992 para 97,9% em 2008, com poucas diferenças entre homens e mulheres e entre brancos e pretos/pardos.

Apesar disso, a taxa de analfabetismo entre aqueles com 15 anos ou mais ainda era de 10% em 2008, e o tempo médio de estudo entre aqueles com 25 anos ou mais de idade ainda estava em 7 anos --abaixo, portanto, dos 8 anos necessários para a conclusão do ensino fundamental.

Em 2009, por exemplo, a área desmatada na Amazônia foi 74,1% menor do que a de 2004. Mesmo assim, a destruição já atinge 14,6% da Amazônia Legal, e as queimadas e o desflorestamento ainda são os principais responsáveis pelas emissões de gases do efeito estufa no Brasil.

No total, o IBGE analisou 55 indicadores sociais, ambientais e econômicos.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Comente esta notícia