facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 22 de Julho de 2024
22 de Julho de 2024

27 de Setembro de 2017, 21h:15 - A | A

PAPO RETO / NO PAIAGUÁS

Governador reúne poderes para falar de PEC e estabilidade institucional

DA REDAÇÃO



Em um dia tumultuado devido às prisões de secretários de Estado por suposta participação no caso dos grampos ilegais, o governador Pedro Taques (PSDB) recebeu, na tarde desta quarta-feira (27), no Palácio Paiaguás, representantes dos Poderes Judiciário, Legislativos e demais instituições para debater o polêmico Projeto de Emenda à Constituição (PEC) que limita o gasto público pelos próximos 10 anos.

Estavam presentes no encontro os presidentes da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho (PSB), o presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, desembargador Rui Ramos, além do conselheiro interino do Tribunal de Contas, Luiz Henrique Lima, e o procurador-geral adjunto do Ministério Público Estadual, Hélio Fredolino.

Taques fez questão de reforçar o empenho do Governo para reduzir gasto e garantir R$ 1,3 bilhão para Mato Grosso por meio da negociação da dívida com a União. 

O governador também falou teria sobre a estabilidade institucional afirmando que as “instituições são maiores que os indivíduos e suas circunstâncias, e devem se manter fortes, estáveis e coesas para liderar a sociedade na superação de seus desafios, sejam eles quais forem”.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Comente esta notícia