facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 15 de Julho de 2024
15 de Julho de 2024

26 de Outubro de 2017, 17h:12 - A | A

PAPO RETO / INVESTIGADO POR FRAUDES

Ex-secretário da Assembleia assume direção de empresa de deputado

DA REDAÇÃO



Denunciado pelo Ministério Público, por falsidade ideológica, o ex-secretário-geral da Assembleia Legislativa, Tscharles Franciel Sá, que é investigado pelo Gaeco, na Operação Convescote, que apura desvio de dinheiro público, por meio de contratos entre a Faespe e órgãos públicos, ocupa agora alto cargo de direção, na Concessionária Morro da Mesa, que administra o pedágio da MT-130 e que seria de propriedade da família do deputado Ondanir Bortolini, o Nininho (PSD).

Tscharles era responsável por atestar convênios na Assembleia Legislativa, onde atuou como secretário, entre o ano de 2015 até o início deste ano, quando mudou a Mesa Diretora da Casa.

Em depoimento, envolvidos no caso relataram que somente um dos contratos possui valor de R$ 100 milhões, sendo que R$ 56 milhões foram pagos pelo Legislativo.

 

A Operação Convescote foi deflagrada no dia 20 de junho.

No Diário Oficial do Estado, que circula nesta quinta-feira, Tscharles, assina como representante da Morro da Mesa, um contrato de intermediação de mão de obra de recuperandos de Rondonópolis, junto à Secretaria de Justiça e Direitos Humanos do Estado.

 

Confira:

Reprodução

extrato

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Comente esta notícia