Cuiabá, 01 de Dezembro de 2022
logo

28 de Novembro de 2016, 16h:40 - A | A

PAPO RETO / CHEFIA DO MPE

Ex-secretária do governo de Taques vira 'intrusa' no Ministério Público

DA REDAÇÃO



O procurador Paulo Prado manifestou ao governador Pedro Taques (PSDB), em encontro na manhã desta segunda-feira (28), preocupação com o processo de sua própria sucessão no órgão. Na verdade, a expectativa é em relação à lista tríplice que será tirada da eleição, a ser realizada na segunda quinzena de dezembro, e à escolha do futuro chefe do MPE para o biênio 2017/2018. Prado bem que tentou, mas Taques não sinalizou se irá nomear o mais votado pela categoria. 

Estão na disputa as promotoras Ana Luiza Peterlini e Eliana Cícero de Sá Maranhão Ayres e os promotores José Antônio Borges e Mauro Curvo. Ana Peterlini, que foi secretária de Meio Ambiente, seria a preferida do governador. Prado revelou sua simpatia por Borges, Curvo e Eliana Ayres e rejeitou voto na ex-secretária. "Respeito muito a colega Ana Luiza, mas são pessoas com quem trabalho diariamente", argumentou.

Por último, ele pediu que Taques mantenha a tradição de nomear o mais votado da lista tríplice. E até disse ao governador que, se Ana Peterlini for a mais votada, defenderá a sua nomeação. A ex-secretária de Meio Ambiente, ao que parece, virou uma intrusa no MPE.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Comente esta notícia

Luciano 28/11/2016

Como ditador deve estar chorando a morte de Fidel Castro. Pergunte a ele esse notório veículo de comunicação o que ele pensa de Fidel

ABC 28/11/2016

Eis aí a razão da incompatibilidade de o membro do MP assumir cargos politicos. Cada macaco no seu galho. A raposa não pode cuidar do galinheiro. Ela carregará pra sempre em sua imagem a sombra de Pedro Taques.

2 comentários

1 de 1