Cuiabá, 31 de Janeiro de 2023
logo

17 de Novembro de 2014, 19h:40 - A | A

PAPO RETO / TRINCHEIRA JURUMIRIM

Empresas bloqueiam e acusam calote em obra a ser inaugurada por Silval

DA REDAÇÃO



Parece que o governador Silval Barbosa (PMDB) está vivendo um inferno astral daqueles. Nesta terça-feira (18), ele inaugura, com um atraso de mais de um ano, a trincheira Jurumirim. É a maior obra de mobilidade urbana que deveria estar funcionando antes da Copa do Mundo de 2014. Ela custou em torno de R$ 50 milhões ao cofres públicos. Mas parece que alguém não está recebendo parte desse valor. Empreiteiras que prestaram serviço na obra bloquearam uma das entradas da trincheira nesta segunda-feira (17). Numa faixa esticada sobre um maquinário, eles cobram a dívida. Menos de um mês para deixar o comando do estado, Silval Barbosa (PMDB) não para de colecionar constrangimentos públicos. Que fase!

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Comente esta notícia

Juscelino Ribeiro 18/11/2014

Existem várias obras paradas em Cuiabá e todo o estado por falta de pagamento, Ninguem consegue trabalhar sem receber. Os Orgãos fiscalizadores deveriam verificat tambem estas situações e divugar. Paralisar obras, quem paga o preço é a população.

1 comentários

1 de 1