facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 22 de Maio de 2024
22 de Maio de 2024

21 de Setembro de 2010, 17h:24 - A | A

PAPO RETO /

Desesperados, Mauro Mendes e WS atacam Silval até em bate-papo com estudantes



Os candidatos ao governo Mauro Mendes (PSB) e Wilson Santos (PSDB) demonstram mais uma vez que estão dispostos, a qualquer custo, a atacar o governador Silval Barbosa (PMDB) para garantirem o segundo turno nas eleições.

Na manhã desta terça-feira (21), os dois candidatos juntamente com Marcos Magno (PSOL) participaram de um debate com alunos do colégio Salesiano São Gonçalo, em Cuiabá, que contou novamente com a ausência de Silval.

Mendes e Wilson com certa cumplicidade nos assuntos decidiram atacar o principal adversário ao levantar polêmicas como o superfaturamento de R$ 44 milhões na compra dos maquinários do programa 100% Equipado e deficiências de gestão nas áreas de Saúde, Educação e Segurança.

Na ocasião, o socialista Mauro Mendes disse não concordar com a criação da Agecopa que, segundo ele, é cabide de empregos. “Há muitas coisas que foram criadas nesta gestão e que são boas. Mas, outras eu mudaria como a Agecopa”, declarou.

Mendes aproveitou para questionar Wilson Santos sobre como o tucano avalia o “roubo” de R$ 44 milhões no superfaturamento das máquinas. “Temos que saber quem roubou e puni-los. Isso não pode ficar assim, pois, se o governo admitiu este valor é porque o rombo é superior a R$ 100 milhões”, alfinetou.

Outro ponto em questão foi a denúncia feita por Wilson sobre o “perdão” da dívida pelo Governo no valor de R$ 155 milhões de uma empresa de fertilizantes do Paraná.

No vale tudo da política, não há santos nem inocentes, mas sentar no próprio rabo e falar do alheio é uma prática que já não angaria votos. As pessoas estão cansadas disso e querem resultados. WS  e Mendes também têm muito para explicar, como o fiasco do PAC em Cuiabá, por exemplo e os incentivos que fizeram da empresa de MM uma das maiores do país no ramo em que atua.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Comente esta notícia