Cuiabá, 26 de Setembro de 2022
logo

21 de Novembro de 2013, 11h:00 - A | A

OBRAS DA COPA / OBRA DO VLT

Consórcio muda trânsito nas proximidades do Aeroporto Marechal Rondon

Fluxo de veículos será direcionado para a pista original que estava interditada para obras, e vai possibilitar a continuidade dos trabalhos de drenagem e pavimentação, desta vez no lado oposto

DA REDAÇÃO



Os motoristas que trafegam pela avenida João Ponce de Arruda, em Várzea Grande, no sentido Aeroporto-Cuiabá devem redobrar a atenção a partir desta quinta-feira (21.11). A via que está sendo utilizada atualmente será alterada. O fluxo será mantido e o tráfego redirecionado para a pista da direita (sentido original), que se encontrava em obras.

Quem vem da região do Zero Km para o Aeroporto, não há alteração, continua percorrendo a rota alternativa implantada pelo Consórcio VLT Cuaibá-Várzea Grande, passando pelas avenidas Ulisses Pompeu de Campos, Pedro Pedrossian e Filinto Muller.

O redirecionamento no fluxo de veículos é necessário para que o Consórcio VLT dê continuidade aos trabalhos de drenagem e pavimentação da avenida. O novo desvio será executado num trecho de aproximadamente 800 metros, entre a saída do aeroporto Marechal Rondon e a rua São Caetano.

A nova pista, que recebeu a primeira camada de pavimento, será utilizada temporariamente apenas em uma faixa de rolamento, o que ainda demanda paciência e colaboração por parte dos condutores e pedestres.

A restrição na liberação é necessária para dar segurança aos trabalhadores na continuidade das atividades relacionadas ao novo calçamento ao longo da avenida e também à via permanente (que possui oito metros de largura) para instalação dos trilhos. No local haverá circulação de máquinas e veículos de maior porte.

Com a evolução da obra, o Consórcio executará a pavimentação definitiva da avenida, bem como a sinalização horizontal e vertical, e os projetos de iluminação e paisagismo, que estão em fase de aprovação por parte da Secopa e das prefeituras de Várzea Grande e Cuiabá.

A obra – Na avenida João Ponce de Arruda, bem como na avenida da FEB, em Várzea Grande, o Consórcio VLT trabalha na construção da via permanente, para a passagem do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT). Parte da drenagem foi executada. Também já foram feitas as tubulações subterrâneas com dutos para passagem de energia e sistema de telecomunicações do VLT.

Ao todo serão 22 km de via permanente, passando ainda sobre a ponte Júlio Muller, pelas avenidas XV de Novembro, Tenente Coronel Duarte (Prainha) e Historiador Rubens de Mendonça (CPA), na linha 1, do Aeroporto ao CPA. Na linha 2, do Centro ao Coxipó, a via permanente será instalada nos canteiros centrais das avenidas Coronel Escolástico e Fernando Corrêa da Costa.

Comente esta notícia