Cuiabá, 04 de Julho de 2022
logo

Quarta-feira, 22 de Junho de 2022, 07h:43 - A | A

VEJA O VÍDEO

Linha com cerol “derruba” ultraleve e piloto morre carbonizado

Ocorrência foi registrada no fim da tarde dessa terça-feira (21) na Avenida das Amendoeiras, Setor Jardim Mont Serrat, em Aparecida de Goiânia.

MÁRIO ANDREAZZA
G5 NEWS

Goiânia (região metropolitana da Capital), caiu na Avenida das Amendoeiras, no fim da tarde dessa terça-feira (21), e o piloto Marcelo Nunes Rodrigues, 52 anos, morreu carbonizado no local.

 

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

>>> Receba notícias no Telegram e fique bem informado

Corpo de Bombeiros e Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram acionados, porém o piloto não resistiu e teve a morte constatada no local.

Polícia Militar (PM) isolou o perímetro e comunicou o fato à Delegacia de Polícia Civil e Polícia Técnico-Científica (PTC), responsáveis pelos procedimentos no andamento da ocorrência.

 

Segundo o instrutor e piloto profissional Itiel Lima, amigo de Marcelo, que estava no local do acidente, a suspeita é que linhas de pipa com cerol tenham cortado todas as linhas da aeronave, que caiu “de lado” e com o impacto o tanque de combustível estourou. Marcelo acabou atingido pelo fogo e morreu queimado.

 

Pessoas que estavam no local e acompanhavam o voo de Marcelo relataram que o piloto fazia manobras no ar e, depois de algum tempo, ouviram um barulho e perceberam que o ultraleve havia caído próximo a um parque.

 

Os peritos analisaram as condições em que o corpo foi encontrado, o perímetro do acidente e a aeronave para coletarem evidências que determinem as circunstâncias e causas do acidente.

 

Após os trabalhos, corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML, onde passou por exame de necropsia antes de ser liberado para os procedimentos fúnebres junto à família.

 

Investigadores acompanharam os procedimentos no local, ouviram testemunhas e deram início à apuração do caso, registrado como acidente aéreo com vítima.

 

Laudo técnico deve ficar pronto nos próximos dias e dar base para conclusão do inquérito.

 

Comente esta notícia