Cuiabá, 06 de Outubro de 2022
logo

28 de Novembro de 2013, 09h:00 - A | A

NACIONAL / NOVOS ATRASOS

Entrega do Itaquerão deve atrasar 30 dias, e Fifa não tem plano B

Falha humana é a explicação mais provável para o acidente de ontem no Itaquerão

FOLHA DE SÃO PAULO



Se depender de atraso na obra causado pelo acidente de ontem, a chance de o Itaquerão não receber jogos da Copa-14, entre eles a partida de abertura, é mínima.

A Folha apurou que a Fifa não tem um plano B e vai aceitar o atraso no cronograma de obras do estádio, que previa entrega em dezembro.

Ao saber que o acidente não afetou as estruturas do estádio corintiano, a previsão dentro da federação é que a obra atrase em 30 dias. Ou seja, deverá ser entregue no final de janeiro ou início de fevereiro, prazo aceito pela entidade, já que ocorreu esse imprevisto na construção.

A Copa só sai do Itaquerão, a reportagem apurou, se laudos da perícia após o acidente concluírem que não há segurança para a arena receber partidas de futebol.A Fifa não tem outra opção senão fazer a abertura em São Paulo. E não há opção na cidade. A Arena do Palmeiras não deve ter o gramado ideal em junho. A reforma no Morumbi, a primeira opção para receber jogos na capital paulista, não foi finalizada.

A Fifa descarta tirar a abertura da Copa de São Paulo também porque fará nessa cidade, em junho de 2014, seu congresso anual, quando representantes das 209 associações filiadas estarão presentes. São Paulo é a única cidade, na avaliação da Fifa, com infraestrutura hoteleira para receber o evento.

A Fifa deve bancar o Itaquerão, segundo apurou a Folha, para que o assunto não seja protagonista na próxima semana na Costa do Sauípe, na Bahia, quando serão sorteados os grupos da Copa do Mundo, no dia 6.

No dia 8 de dezembro também recomeça a venda de ingressos, na etapa mais importante de todas, quando a procura é maior porque onde cada seleção vai jogar já estará definido. As pessoas, portanto, precisam saber que haverá jogos em Itaquera.

FALHA HUMANA

Falha humana é a explicação mais provável para o acidente de ontem no Itaquerão.

"As informações dão conta de que houve o tombamento do guindaste. Isso praticamente descarta falha mecânica", diz Leonardo Roncetti, da TechCon Engenharia.

Segundo o especialista em içamento, o mais provável é que houve algum erro de planejamento da operação ou mesmo alguma falha na operação da máquina.

"De repente, não houve uma investigação aprofundada do solo onde a máquina ficou apoiada". Segundo Rocetti, o guindaste é um dos três melhores do mundo.

Comente esta notícia