Cuiabá, 29 de Janeiro de 2023
logo

01 de Dezembro de 2014, 10h:10 - A | A

NACIONAL / TRAGÉDIA

Empresário mata a namorada e em seguida tenta suicídio, afirma polícia

Jovem foi encontrada morta na casa do namorado, em Coronel Vivida (PR).

G1



Uma jovem de 22 anos foi morta com um tiro na cabeça em Coronel Vivida, no sudoeste doParaná, na tarde de sábado (29). Segundo a polícia, o suspeito do crime é o namorado, de 41 anos, encontrado ferido também com um tiro na cabeça na gráfica que mantém no Centro da cidade. Até o fim da tarde deste domingo (30), ele permanecia internado em estado grave no Centro de Terapia Intensiva (CTI) do Hospital São Lucas, em Pato Branco. Em uma semana, este é o terceiro caso semelhante registrado na região.

Ainda de acordo com a polícia, familiares da jovem disseram que no fim da manhã ela foi até a casa do empresário para encerrar o relacionamento. Como a estudante estava demorando para retornar e não atendia às ligações, a mãe decidiu ir até o local, onde achou a filha já morta, na garagem.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Assim que foram informados do crime, policiais militares iniciaram as buscas pelo suspeito, encontrado cerca de duas horas mais tarde inconsciente e em estado grave. Com ele estavam um revólver calibre 32 e uma pistola 9mm. O empresário foi socorrido e, em função da gravidade do ferimento, foi levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) deCoronel Vivida e mais tarde transferido para o hospital em Pato Branco.

O corpo da estudante, que se formaria em odontologia em janeiro, foi sepultado na manhã deste domingo, no cemitério municipal de Coronel Vivida. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil de Chopinzinho.

Outros casos

No dia 23, outra jovem, de 18 anos, também foi morta supostamente pelo companheiro em Coronel Vivida. Ela chegou a ser socorrida, mas não resistiu aos ferimentos provocados pelo tiro no abdômen. Conforme a polícia, o disparo foi feito pelo namorado, de 18 anos, com quem ela estava morando havia 30 dias. O suspeito foi preso no mesmo dia e encaminhado para a delegacia de Pato Branco.

Já na segunda-feira (24), uma técnica de enfermagem, de 25 anos, foi assassinada pelo ex-marido, de 27 anos, que se suicidou logo depois do crime, em Clevelândia. Os dois foram casados por cerca de dez anos e estavam separados havia cerca de uma semana. Os corpos do casal foram encontrados no banheiro da casa em que ela morava, logo depois de o ex-companheiro procurá-la na tentativa de reatarem o relacionamento.

Corpo da jovem de 22 anos, que se formaria em odontologia em janeiro, foi sepultado na manhã deste domingo (30) (Foto: Reprodução)Corpo da jovem de 22 anos, que se formaria em odontologia em janeiro, foi sepultado na manhã deste domingo (30) (Foto: Reprodução)

Comente esta notícia