Cuiabá, 27 de Novembro de 2022
logo

22 de Novembro de 2016, 14h:50 - A | A

GERAL / ALERTA DE TEMPORAIS

Tempestades de raios podem atingir capital e cidades do interior, avisa Defesa Civil

O alerta emitido pela Defesa Civil aponta que quase todos os municípios de Mato Grosso estão com previsão do tempo crítica para esta terça e quarta-feira.

CELLY SILVA
DA REDAÇÃO



A Defesa Civil estadual emitiu um aviso de alerta de chuva intensa para esta terça-feira (22), quando ocorrerão pancadas de chuva fortes e acompanhadas de descargas elétricas, gerando acúmulos significativos de água em pontos isolados, em 113 municípios, incluive Cuiabá e cidades polo como Rondonópolis e Sinop. (VEJA A LISTA). As ocorrências podem causar alagamentos.

Para a quarta-feira (23), a Defesa Civil informa que também há risco de que ocorram fortes pancadas de chuva, que novamente podem acumular água em pontos isolados. A precipitação deve vir acompanhada de rajadas de vento e descargas elétricas. Também não se descarta a possibilidade de chuva isolada de granizo nas áreas entre Mato Grosso e Goiás (CONFIRA OS MUNICÍPIOS)

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

O alerta foi elaborado com base em informações do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).

Situação de emergência

O Ministério da Integração Nacional reconheceu, nesta terça-feira (22), a situação de emergência de nove municípios em cinco estados brasileiros. A medida ocorreu após os impactos de chuvas de granizo no Sul do país e do longo período de seca e estiagem nas regiões Nordeste, Sudeste e Centro-Oeste.

As cidades contempladas foram Dom Basílio e São Desidério, na Bahia; Japonvar, em Minas Gerais; Santa Cruz do Xingu, em Mato Grosso; São José das Missões, no Rio Grande do Sul e Duque Bacelar, Gonçalves Dias Governador Luiz Rocha e Matões, no Maranhão.

Santa Cruz do Xingu (1.085 Km de Cuiabá) foi atingida por conta da longa estiagem. Com a decretação da situação de emergência, esse e os demais municípios passam a ter acesso aos recursos federais para o restabelecimento dos serviços básicos e reedificação das áreas destruídas pela ação da natureza.

 

Comente esta notícia

Sonia maria 22/11/2016

Devemos vigiar obrigado pelos os avisos....

Sonia maria 22/11/2016

Devemos vigiar obrigado pelos os avisos....

2 comentários

1 de 1