facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 18 de Julho de 2024
18 de Julho de 2024

19 de Novembro de 2017, 18h:10 - A | A

GERAL / RESGATE DE EMPRESÁRIA

Policial baleado na cabeça melhora e é transferido para Hospital São Benedito

O investigador Sidney participou do resgate da empresária Milene Eubank e trocou tiros com os sequestradores.

RAUL BRADOCK
DA REDAÇÂO



O investigador Sidney Ribeiro dos Santos, que trocou tiros com bandidos e foi atingido na cabeça durante o sequestro da empresária Milene Eubank, apresentou leve melhora e foi tranferido do Pronto-Socorro de Cuiabá para o Hospital São Benedito na tarde deste domingo (19).

"Ele está estável. Precisava apresentar uma pequena melhora para ser transferido e graças a Deus foi o que aconteceu. Agora ele está na UTI do Hospital São Benedito", disse o delegado Vitor Hugo Bruzulato Teixeira.

"Ele está estável. Precisava apresentar uma pequena melhora para ser transferido e graças a Deus foi o que aconteceu. Agora ele está na UTI do Hospital São Benedito", disse o delegado Vitor Hugo Bruzulato Teixeira, ao .

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

O investigador, que está lotado na Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos Automotores (Derfva), foi atingido por um tiro na cabeça e a bala ficou alojada na coluna cervical. Ele passou por cirurgia ainda no sábado (18) e se recupera do ferimento.

O principal suspeito de atirar no investigador é o criminoso Kelves Gonçalves da Silva, conhecido por Kelvinho, que já esteve preso na Penitenciária Central do Estado (PCE) e é membro de uma facção criminosa. Ele também responde por homicídio investigado na Delegacia Especializada de Homicídio e Proteção a Pessoa (DHPP), no caso do taxista Douglas da Silva Dantas, encontrado próximo ao aterro sanitário de Cuiabá, ao lado do veículo, em agosto deste ano. A vítima foi amarrada e degolada.

O sequestro

A empresária do ramo de telefonia foi sequestrada na tarde desta sexta-feira (17), em frente ao Colégio Maxi, no bairro Quilombo, região nobre de Cuiabá.

Milene é viúva do empresário, Jean Ayres, 42, que foi vítima de explosão de um tanque de combustível, em uma fazenda na região do Manso (a 100 km de Cuiabá), no dia 20 de dezembro de 2016.

De acordo com informações da Polícia Militar, Milene estava em seu carro, um Hyundai Santa Fé, placas QBQ-5990, para buscar o filho em uma escola de reforço quando foi surpreendida por criminosos.

Leia mais

Membros do Comando Vermelho degolam ex-taxista em Cuiabá e mandam recado

Bando que sequestrou empresária recebia ordens de presídio

Polícia estoura cativeiro e liberta empresária sequestrada; policial é baleado na cabeça

Empresária Milene Eubank é sequestrada ao buscar filho na escola em Cuiabá

Preso oitavo bandido que participou do sequestro de empresária

Comente esta notícia