facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 15 de Julho de 2024
15 de Julho de 2024

19 de Junho de 2024, 09h:37 - A | A

GERAL / MULTA DE R$ 12 MILHÕES

Operação contra crimes ambientais prende 4 pessoas e apreende nove tratores

Os fiscais da Sema, em parceria com a Dema e o GOE, identificaram sete pontos de desmatamento, em uma área de 2.300 hectares.

DO REPÓRTERMT



A Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) apreendeu nove tratores em uma operação contra crimes ambientais realizada na região de Juara, entre os dias 4 e 14 de junho. A ação resultou em uma multa estimada em R$ 12 milhões.

Os fiscais da Sema, em parceria com a Delegacia Especializada de meio Ambiente (Dema) e o Grupo de Operações Especiais (GOE), identificaram sete pontos de desmatamento, em uma área de 2.300 hectares.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Além dos tratores, sendo três esteiras e seus pás carregadeiras, foram apreendidos três motosserras, três sopradores, um grupo gerador, uma serraria móvel, uma carretinha com tanque de abastecimento e três armas de fogo com munições. Quatro pessoas foram conduzidas para a delegacia.

A ação resultou em dois autos de inspeção, cinco autos de infração, dois termos de apreensão, três termos de depósito e cinco notificações.

A equipe se baseou nos alertas emitidos pela Plataforma de Monitoramento com Imagens de Satélite Planet, um sistema de alta resolução e precisão que monitora o Estado em tempo real.

Operação Amazônia

A Operação Amazônia foi colocada em prática por órgãos estaduais e federais, sob a coordenação da Sema. O Governo do Estado irá destinar R$ 74,5 milhões para o combate de crimes ambientais em todo o território mato-grossense ao longo de 2024. Desde 2019, foram aportados mais de R$ 314,5 milhões para combate aos incêndios florestais e desmatamento ilegal.

As equipes têm como auxílio equipamentos de monitoramento em tempo real por satélite de todo o território de Mato Grosso e mantêm fiscalização contínua no local onde é identificado o crime ambiental.

A ferramenta, contratada pelo REM, age de forma preventiva, minimiza os danos, aumenta a celeridade na resposta, facilita a responsabilização e permite o embargo da área de forma imediata por meio do monitoramento diário e alertas semanais de desmatamento.

Os agentes também apreendem e removem maquinários flagrados em uso para o crime, efetivando a responsabilização, já que apreensão de bens promove a descapitalização do infrator.

Denúncias

Os crimes ambientais devem ser denunciados à Ouvidoria Setorial da Secretaria de Estado de Meio Ambiente, pelo 0800 065 3838, pelo aplicativo MT Cidadão ou em uma das regionais da Sema.

Quem se deparar com um crime ambiental também pode denunciar à Polícia Militar, pelo 190.

Comente esta notícia