Cuiabá, 30 de Janeiro de 2023
logo

08 de Dezembro de 2014, 16h:28 - A | A

GERAL / 267 MIL SEM ÁGUA

Metade de Cuiabá fica de torneira seca na quarta, por corte da CAB; veja bairros

Cab fará corte para manutenção. A distribuição de água deve levar até dois dias para normalizar.

DA REDAÇÂO



A concessionária de água e esgoto da Capital, CAB Cuiabá, fará nesta quarta-feira (10) a instalação de equipamentos para tentar melhorar o sistema de captação e das estações de tratamento. As estações São Sebastião e Ribeirão do Lipa ficam desligadas. Devido a isto, 267 mil pessoas ficarão sem água. 

São 83 localidades atendidas pelas ETAs São Sebastião e Presidente Marques, com uma população aproximada de 217 mil pessoas, e 50 mil pessoas na ETA Ribeirão do Lipa, em 41 localidades.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Segundo informações da CAB, os trabalhos serão executados  entre 6 e 22 horas no Sistema Central, que engloba as Estações de Tratamento de Água São Sebastião e Presidente Marques, e entre 6 e 12 horas, no mesmo dia, na Estação de Tratamento Ribeirão do Lipa.

A retomada do abastecimento ocorrerá gradativamente após a conclusão dos serviços, contudo o sistema de distribuição necessita de um período para ser totalmente pressurizado e recuperar a vazão completa para que a água chegue às residências. A recuperação completa do sistema de distribuição de água ocorrerá nas 72 horas subsequentes à parada.

Durante esse período a Concessionária fará abastecimento por caminhões pipa, com atendimento prioritário aos hospitais, creches e escolas da região de influência das ETAs. 

Segundo a CAB são trabalhos de modernização e consistem em:

Elétrica: os painéis serão substituídos por equipamentos mais modernos que permitirão controlar funções dos conjuntos moto bomba, como rotação e vazão. Também serão reativadas duas usinas geradoras de energia que funcionarão como sistema reserva oferecendo maior confiabilidade ao sistema de abastecimento de água;

Automação: serão instalados equipamentos de telemetria para efetivar a integração com o novo Centro de Controle Operacional (em implantação);

Instrumentação: serão instalados sensores para monitorar, remotamente, temperatura, vibração e alinhamento dos motores dos conjuntos motobomba;

Tubulações: as adutoras de água bruta receberão peças especiais chamadas de Pipeline Inspection Gauge,que permitirão efetuar a limpeza e inspeção das tubulações;

Hidráulica: serão substituídos dispositivos de proteção da tubulação como ventosas, registros e válvulas de retenção;

Macromedição: conclusão da instalação de macromedidores nas grandes tubulações de saída das Estações de Tratamento de Água. Com essa ação todo o volume produzido passa a ser aferido, em tempo real, pelos dispositivos de medição eletromagnéticos;

Tratamento da água: as ETAs São Sebastião e Presidente Marques receberão melhorias nas diversas fases do tratamento.

Reservação: será feita limpeza e desinfecção dos reservatórios das estações. Cada um deles possui uma capacidade de 4 milhões de litros de água.

Redes de distribuição: serão instalados registros mais modernos para delimitar as áreas afetadas e o tempo de interrupção em caso de manutenções corretivas.

A lista completa das localidades atendidas por esses sistemas pode ser consultada abaixo ou pelo serviço de atendimento ao cliente: 0800 646 6115. 

 
  

Comente esta notícia