facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 19 de Junho de 2024
19 de Junho de 2024

14 de Dezembro de 2022, 18h:00 - A | A

GERAL / QUEM DIRIA?!

Celulite pode proteger mulheres de inflamação no cérebro, diz estudo

Pesquisa americana feita em ratos mostra que a gordura subcutânea, responsável pela celulite, pode atuar diminuindo a inflamação no corpo

JULIANA CONTAIFER
METRÓPOLES



De acordo com um estudo americano publicado na revista científica Diabetes, a gordura responsável pela celulite pode proteger o organismo de mulheres contra doenças relacionadas à inflamação, como problemas no coração e demência.

O estudo foi realizado somente em ratos. Os pesquisadores da Augusta University descobriram que as fêmeas com maior nível de gordura subcutânea (que causa a celulite) têm menos inflamação no cérebro do que os machos. Quando as ratinhas passaram por uma lipoaspiração, os níveis de inflamação no organismo subiram.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Os cientistas ainda não sabem exatamente como a gordura protegeria o corpo, mas pesquisas anteriores sugerem que ela estaria relacionada ao estrogênio, o hormônio feminino que age como um anti-inflamatório natural.

Apesar da descoberta, os pesquisadores reforçam que as mulheres não devem engordar de propósito para ter celulite — a obesidade é uma condição relacionada a vários problemas de saúde e pode causar uma série de doenças crônicas. Leia mais em METRÓPOLES

Comente esta notícia