Cuiabá, 01 de Fevereiro de 2023
logo

08 de Dezembro de 2022, 15h:33 - A | A

GERAL / TURBINA FALHOU

Avião da Gol tem pane na decolagem para Cuiabá; "O piloto trancou a gente por duas horas", diz passageiro

Voo saía de Guarulhos. Passageiros relataram ficar presos sem ar-condicionado e sem permissão do comandante para desembarcar

DO REPÓRTER MT



Um voo da Gol Linhas Aéreas, que sairia do Aeroporto de Guarulhos (São Paulo), com destino ao Aeroporto Marechal Rondon, em Várzea Grande, foi cancelado na noite dessa quarta-feira (07), após o avião apresentar problemas durante os preparativos para decolagem.

Em áudios obtidos pelo Repórter MT, passageiros relataram o momento de pânico e tensão após serem comunicados de que não seria possível seguir com a viagem. Um dos viajantes contou que as pessoas ficaram “presas” na aeronave por cerca de 2 horas, sem ar-condicionado e sem permissão do comandante para saírem.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

“O avião já estava na pista, travou o ar-condicionado, a turbina não quis ligar, o piloto trancou todo mundo dentro do avião e ficamos 2 horas lá”, diz um dos áudios. O passageiro continua, dizendo que algumas pessoas passaram mal e até desmaiaram dentro da aeronave.

Ainda segundo o relato, um dos viajantes chegou a abrir uma das saídas de emergência da aeronave e quase foi preso pela Polícia Feral após acionar as portas. “Chegou a PF, disse que já sabia quem tinha aberto a porta, que é crime”, conta.

“A PF pediu pra ele [passageiro] ser encaminhado com eles. Então todo mundo levantou e disseram: 'não vai levar, se levar ele vai levar 150 pessoas’. Começou todo mundo levantar atrás do policial, e ele foi embora”, continua.

Após a confusão, os passageiros desembarcaram do avião e parte deles foi realocada em um voo da Azul Linhas Aéreas, que chegou em Cuiabá já na manhã desta quinta-feira (8). Os demais foram acomodados em outro voo que chegou na tarde desta quinta.

O Repórter MT tentou entrar em contato com a Gol e a Polícia Federal, que ainda não se manifestaram sobre o ocorrido. O espaço segue aberto.

Veja vídeos:

  

Comente esta notícia