Cuiabá, 30 de Junho de 2022
logo

Quarta-feira, 09 de Novembro de 2011, 15h:18 - A | A

DETRAN

Servidores pararam os trabalhos por melhores salários

Funcionários tentam chamar a ateção do governo com manifestação na porta da AL-MT

MAYARA MICHELS

Os servidores efetivos do Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (Detran) fazem uma nova paralisação geral em todo o Estado, em protesto à negativa de reajuste vinda através de oficio do governo. Segundo o Sindicato dos Servidores do Departamento Estadual de Trânsito do Estado de Mato Grosso, a Secretaria de Administração do Estado, enviou ao Sindicato através de oficio, a resposta das reivindicações que há meses vem ocasionando protestos por parte dos servidores.

O ofício, esperado pelos servidores que aguardavam uma contra proposta, foi recebido com revolta.  O  sindicato pede para que os servidores de todo o estado não compareçam ao trabalho. Em Cuiabá, os servidores irão se concentrar às 8h em frente Assembleia Legislativa. Para o sindicato esta é uma oportunidade, já que os deputados estão analisando a Lei Orçamentária Anual (LOA) e fazendo as devidas alterações.  

Por meio de sua assessoria de imprensa, o Detran informou que apesar da falta da manifestação, o órgão atenderá na medida do possível com servidores comissionados (cargos de confiança). 

Comente esta notícia

Internauta 10/11/2011

Dia do Servidor Público: para os servidores do Detran é só lamento, pois até o momento não receberam aumento! Taxas reajustadas em até 700%. Governo oferece reajuste de 8% sem inflação até 2014. ÓÓÓTIMO!!!!PARABÉNS SILVAL, assim não ganha mais nem pra presidente de bairro!!!!

João das Couves 10/11/2011

Acho que é Departamento Estadual de Trânsito e Não Departamento Nacional de Trânsito como a repórter diz no texto...Corrigido, obrigado

Euduardo 09/11/2011

O governo está sedento por grana! Vai aumentar taxas, vai receber % da terceirização da vistoria, mas não quer remunerar bem aqueles q levam porrada no atendimento sem condições de trabalho, sem sistema e sem apoio dos gestores! "Quer fazer mais, com menos..."!

3 comentários

1 de 1