facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 14 de Julho de 2024
14 de Julho de 2024

16 de Novembro de 2017, 08h:48 - A | A

VARIEDADES / DANOS NA INFÂNCIA

Dar palmadas em crianças pode levar a transtornos mentais, diz estudo

Pesquisadores da Universidade de Michigan coletaram dados de 8300 pessoas para chegar à essa conclusão

CRESCER



As crianças que apanham têm mais chance de se tornarem adultos deprimidos, de tentarem suicídio, de abusarem do consumo de álcool e de usarem drogas ilícitas, afirma um novo estudo da Universidade de Michigan.

Os pesquisadores defendem que o ato de bater com a intenção de fazer que a criança sinta dor, mas não se machuque fisicamente, seja incluído na categoria de abuso físico e emocional, pois os danos são similares ao de outras experiências adversas na infância.

>> Clique aqui e participe do grupo de WhatsApp 

O estudo utilizou dados de 8300 adultos, entre 19 e 97 anos, que preencheram questionários sobre as experiências negativas que tiveram na infância e os problemas de saúde física e mental que enfrentavam na vida adulta. Cerca de 55% dos participantes relataram ter recebido palmadas na infância. Esse grupo foi o que teve maior chance de apresentar depressão e outros transtornos mentais.

Comente esta notícia

Henrique Lopes 16/11/2017

Não acredito nesse estudo. Minha geração cresceu educado com palmadas (não espancado) e a maioria hoje são pessoas de bem e de família. Crianças sem limites viram os delinquentes do futuro. A depressão é dita o mal do século e a culpa são das palmadas da infância? Não creio nisso.

positivo
0
negativo
0

1 comentários

1 de 1