Cuiabá, 01 de Dezembro de 2022
logo

21 de Dezembro de 2016, 15h:15 - A | A

VARIEDADES / CONDIÇÃO BIZARRA

Britânica que diz ser alérgica a Wi-Fi precisa usar ''capacete'' para sair de casa

"Tinha enxaqueca, fadiga e infecções todas às vezes que se aproximava da TV'', disse

REDE TV



A enfermeira Kim De' Atta, moradora de Chard, na Inglaterra, acredita sofrer de uma alergia a sinais de celular e wi-fi e diz que só consegue sair de casa usando uma proteção na cabeça.

Segundo Kim contou a reportagem do ''Mirror'', a doença rara, conhecida como eletrossensitividade, começou a se manifestar quando ela tinha 16 anos. "Tinha enxaqueca, fadiga e infecções todas às vezes que se aproximava da TV'', disse. 

>> Clique aqui e participe do grupo de WhatsApp 

A condição bizarra, além de obrigá-la se afastar de todos os aparelhos eletrônicos, também fez com que ela tivesse que deixar o emprego e perdesse o contato com amigos e parentes. 

"Fico sem amigos e parentes por muito tempo. Tive duas visitas neste ano. É realmente de partir o coração", contou ela.

Comente esta notícia