Cuiabá, 30 de Junho de 2022
logo

Domingo, 30 de Outubro de 2011, 19h:39 - A | A

CÂNCER NA LARINGE

Lula inicia quimioterapia nesta segunda-feira

Lula recebeu o diagnóstico ontem (29), depois de se submeter a exames no Sírio-Libanês.

AGÊNCIA BRASIL

 

Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva passa o domingo (30) com a família descansando em sua casa, em Bernardo do Campo (SP). Segundo José Crispiniano, assessor do Instituto Lula, também conhecido como Instituto Cidadania, o ex-presidente está bem e inicia nesta segunda-feira (31), no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, quimioterapia para combater um câncer na laringe.

Lula recebeu o diagnóstico ontem (29), depois de se submeter a exames no Sírio-Libanês. Na quinta-feira (27), na festa em que comemorou 66 anos, o ex-presidente queixou-se da rouquidão excessiva dos últimos dias e foi aconselhado pelo médico Roberto Kalil a fazer uma consulta. Os primeiros exames foram feitos na sexta-feira (28) e, no sábado, ao retornar para complementar o procedimento, ele recebeu o diagnóstico.

Acompanhado da mulher, Marisa Letícia, o ex-presidente passou o sábado no hospital, para se recuperar da biópsia a que foi submetido. Durante todo o dia, ele recebeu centenas de mensagens de solidariedade e votos de pronto restabelecimento, entre elas a da presidenta Dilma Rousseff, de seu partido, o PT, e também de legendas de oposição, como o PSDB e o PPS.

Durante a Cúpula Ibero-Americana, encerrada ontem em Assunção, os presidentes Fernando Lugo, do Paraguai, e Rafael Correa, do Equador, lamentaram a notícia de que o ex-chefe do governo brasileiro teve diagnosticado um tumor na laringe. A informação foi dada em plenário por Lugo, que lembrou o fato de a sucessora de Lula, Dilma Rousseff, o presidente venezuelano, Hugo Chávez, e ele mesmo terem passado por esse problema de saúde.

Ao iniciar sua exposição na cúpula, o equatoriano Rafael Correa enviou "um grande abraço" a Lula e disse que o líder brasileiro conseguirá vencer a doença, já que se trata de "um lutador acostumado a vencer grandes batalhas". (W.S)

Comente esta notícia