Cuiabá, 31 de Janeiro de 2023
logo

14 de Novembro de 2014, 20h:58 - A | A

POLÍTICA / SOB NOVA "DIREÇÃO"

Com nomes ligados a ele, Taques estaria dando forma a um novo grupo político, diz analista

Esta é a análise do cientista político Alfredo da Motta Menezes, que aposta que os demais secretários a serem anunciados seguirão o perfil técnico e a indicação independente do governador eleito, conforme ele vinha anunciado anteriormente.

MARCIA MATOS
DA REDAÇÃO



Com a escolha de três nomes ligados diretamente a ele, para compor o secretariado de seu governo, o governador eleito Pedro Taques (PDT) estaria “dando forma” a um novo grupo político que começa a administrar o Estado, a partir do dia 1 de janeiro.

Esta é a análise do cientista político Alfredo da Motta Menezes, que aposta que os demais secretários a serem anunciados seguirão o perfil técnico e a indicação independente do governador eleito, conforme ele vinha anunciado anteriormente.

“Acho que ele está correto, ele está criando o grupo político dele e não pode de maneira geral colocar de outros grupos. Ele está criando o dele. Ele ganhou a eleição e acho que ele vai colocar um grupo todo desse tipo”, declarou.

Em sua análise, o cientista político lembra que quando o senador e ex-governador Blairo Maggi (PR) anunciou seu secretariado, ninguém conhecia parte de seus indicados, como o ex-secretário de Infraestrutura, Luiz Antônio Pagot, Waldir Teis, ex-secretário de Fazenda e Clóvis Vetoratto [in memorian], que foi secretário extraordinário de Projetos Estratégicos.

“ O Blairo criou seu grupo e o Pedro está criando o grupo dele, comentou o analista”.

Assessoria

secretarios taques 1

Júlio Modesto, Jean Campos e Marrafon passam a compor o staff de Pedro Taques (PDT) a partir de 1º de janeiro de 2015

SECRETÁRIOS ANUNCIADOS

Escolhido para comandar a Secretaria de Planejamento, o jurista Marco Marrafon é mestre em Direito de Estado e amigo de longa data de Taques. Marrafon trabalhou com ele nos dois primeiros anos de seu mandato de senador,  no setor jurídico.

Mais conhecido pela mídia mato-grossense, o jornalista cuiabano Jean Campos, que ficará à frente da Comunicação Social, tendo a pasta status de Secretaria, ou sendo ligada à Casa Civil, já era responsável pela assessoria de imprensa de Taques.

Homem de confiança do grupo de Taques, Júlio Modesto que trabalhou no setor jurídico de sua campanha e já comandava a transição da Secretaria de Administração, irá assumir a pasta que será transformada em na “Secretaria de Gestão”. Modesto trabalho por 12 anos no Banco Real e pelo mesmo tempo foi diretor financeiro do Grupo Kroton.

Acho que ele está correto ele está criando o grupo político dele e não pode de maneira geral colocar de outros grupos. Ele está criando o dele. Ele ganhou a eleição

Comente esta notícia