Cuiabá, 29 de Novembro de 2022
logo

25 de Novembro de 2016, 17h:00 - A | A

POLÍTICA / MAIS MUDANÇAS NO PAIAGUÁS

Ayala pede demissão da Procuradoria Geral; Gallo deve ser substituto

Ele está na função desde o começo da atual administração; governador fará a terceira mudança no primeiro escalão do Palácio Paiaguás

RAFAEL DE SOUSA
DA REDAÇÃO



O procurador-geral do Estado (PGE), Patrick Ayala, entregou o cargo ao governador Pedro Taques (PSDB), na tarde desta sexta-feira (25). Ele alegou a necessidade de se dedicar às suas atividades acadêmicas como professor da Universidade Federal de Mato Grosso. 

Por meio de nota, o Gabinete de Comunicação informou também que Ayala permanece no Governo, a convite de Taques, mais vai atuar “diretamente com as demandas da governadoria, por meio da Casa Civil, a partir de janeiro de 2017”. 

Ayala, que é procurador desde 2002 e está no comando do órgão desde o começo da atual gestão, deverá ser substituído pelo atual procurador-geral de Cuiabá, Rogério Gallo.

Gallo preferiu não comentar a saída de Ayala, do qual disse ser “amigo particular”. Também não aceitou falar sobre sua possível ida para o comando do órgão.

Uma fonte do garantiu que Gallo aceitou o convite do governador Pedro Taques e aguardaria apenas o anúncio oficial de seu nome.

O governador está em Brasília, onde participou de um almoço com o presidente Michel Temer e outras lideranças nacionais do PSDB.

Com a saída do procurador-geral, Taques terá que fazer a terceira mudança no seu secretariado. 

Só neste mês, ele substituiu Eduardo Chiletto pelo deputado Wilson Santos, na Secretaria de Estado de Cidades; e Jean Campos por Kleber Lima, no Gabinete de Comunicação. 

VEJA ÍNTEGRA DA NOTA:

O Governo de Mato Grosso confirma o pedido de exoneração do cargo de Procurador Geral do Estado do Procurador Patryck de Araújo Ayala, para retomar às suas atividades acadêmicas como professor da UFMT. Patryck responderá pela PGE até 31 de dezembro, prazo no qual o governador Pedro Taques escolherá o nome do seu sucessor. A convite do governador Pedro Taques, o Procurador Ayala vai atuar diretamente com as demandas da governadoria, por meio da Casa Civil, a partir de janeiro de 2017.

Palácio Paiaguás, Cuiabá-MT, 25 de novembro de 2016. 

GCOM – Gabinete de Comunicação do Governo do Estado de Mato Grosso

 

Comente esta notícia

Milton junior 25/11/2016

E a secretariazinha chamada sejudinha porque é nisso que ela se transformou em uma coisinha espero que troque não só o secretário como todos os adjuntos e principalmente todos os superintendentes e acabar com a farra

Uvaldo Costa 25/11/2016

Lastimável!!!!!! A única figura que funcionava no tal estado de transformação. Agora a vaca foi, definitivamente, pro brejo...

Luciano 25/11/2016

Perdeu nada trocou pelo procurador do Mauro Mendes na prefeitura de Cuiabá buscando apoio o povo não pode ser bobó xeira xeira

Ana Raquel 25/11/2016

Grande perda. Esse era um dos poucos que ainda merecia credibilidade e reconhecimento. Os ruins estão ficando... Aquele waldinei é péssimo. Só é bom de conversa mole. Faça algo pela assistência governador, coloque alguém de peso e influência no governo federal Pq ONG, ONU, OIT e organismo internacional só serve pra fazer projetinhos para ser cabide de emprego de uns esquerdistas.

4 comentários

1 de 1