Cuiabá, 01 de Fevereiro de 2023
logo

23 de Janeiro de 2023, 14h:18 - A | A

POLÍCIA / MONITORAVA A EX

Polícia encontra rastreadores e gravadores na casa de Carlinhos Bezerra

Conforme o delegado Marcel de Oliveira, foram encontradas provas suficientes de que Carlinhos perseguia a vítima e premeditou o crime.

JOÃO AGUIAR
DO REPÓRTERMT



Provas encontradas na casa do empresário Carlinhos Bezerra, mostram que a advogada Thays Machado vinha tendo todos os seus passos monitorados pelo ex. A Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa de Cuiabá (DHPP) cumpriu mandados de busca e apreensão na residência nesta segunda-feira (23).

Conforme o delegado Marcel de Oliveira, responsável pelas investigações, foram encontradas provas suficientes de que Carlinhos perseguia a vítima e premeditou o crime. “As buscas foram proveitosas. O que a gente procurava a gente localizou, que era justamente a comprovação de que o suspeito vinha perseguindo a vitima”.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

“Achamos rastreadores, gravadores e diversas provas de que o suspeito vinha monitorando os passos da vítima, como por exemplo, todas as geolocalizações, por meio de aplicativo da vítima", completou.

Leia mais - Polícia faz busca e apreensão na casa de Carlinhos Bezerra

O delegado disse ainda que Carlinhos procurava saber, inclusive, com quem a vítima conversava. “Todas as agendas de contato da vítima, como também os contatos que a vítima fazia, ele procurava saber se era homem ou mulher. Perseguindo os passos da vítima”.

“Como já tinha falado anteriormente, de ser um crime planejado, premeditado. As provas que localizamos dentro do escritório do suspeito vem corroborar com a investigação”, concluiu.

O crime

Carlinhos é ex-marido de Thays e não aceitava o fim do relacionamento, que acabou em 2020.

Ela estava namorando Willian há pouco tempo e vinha sendo perseguida pelo ex. De acordo com o 2º Sargento Ivan, da Polícia Militar, na data de hoje ela havia registrado um boletim de ocorrência contra o ex-marido. Este já seria o terceiro. No entanto, horas depois, acabou morta.

Os dois foram assassinados com pelo menos 13 tiros de uma pistola calibre 380. As mortes aconteceram na frente de um edifício da região. Segundo informações, Thays é filha de uma moradora do prédio.

As câmeras de segurança do Edifício Solar Monet, no bairro Alvorada, flagraram o exato momento em que o casal é morto. As imagens mostram quando eles chegam no prédio e, depois, quando saem pela portaria.

Um terceiro vídeo mostra o carro do assassino, um Kwid, diante do prédio. A mulher foi a primeira a ser atingida. Em seguida, o namorado dela, Willian, aparece nas imagens correndo, mas também é atingido.

Comente esta notícia