facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 19 de Junho de 2024
19 de Junho de 2024

15 de Dezembro de 2022, 07h:50 - A | A

POLÍCIA / PONTO FINAL

Operação fecha o cerco contra máfia do agrotóxico em MT

Cinco foram presos por roubo e receptação de defensivos agrícolas.

DO REPÓRTER MT



A Polícia Civil de Mato Grosso deflagrou nesta quinta-feira (15), a Operação Ponto Final para cumprimento de 11 mandados de prisão e de busca domiciliar contra investigandos por integrar uma associação criminosa voltada ao roubo e furto de defensivos agrícolas no estado.

Os cinco mandados de prisão preventiva e seis de buscas são cumpridos nos municípios de Primavera do Leste e Lucas do Rio Verde por equipes da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Primavera do Leste, Delegacias de Lucas do Rio Verde e de Tapurah e Gerência de Operações Especiais (GOE). As ordens judiciais foram expedidas pela 2ª Vara Criminal de Sorriso.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

As investigações, conduzidas pela GCCO, tiveram início em maio deste ano, quando parte dos defensivos agrícolas roubados de uma fazenda em Primavera do Leste, naquele mesmo mês, foi recuperada em uma propriedade rural em Diamantino. Na ocasião, um suspeito do crime de receptação foi preso em flagrante.

Durante as investigações, a equipe da Gerência de Combate ao Crime Organizado apurou que ocorreu outro furto, em duas datas diferentes no mês de julho, de cerca de duas toneladas de defensivos agrícolas de uma fazenda em Sorriso.

Em agosto, a Polícia Civil já havia recuperado, em Lucas do Rio Verde, uma tonelada dos produtos furtados em Sorriso, quando dois suspeitos foram presos em flagrante pelo crime de receptação.

Já no final de setembro, a Polícia Civil recuperou, em uma propriedade rural também em Lucas do Rio Verde, o restante dos defensivos agrícolas furtados de Primavera do Leste e da propriedade rural em Sorriso.

Além dos produtos agrícolas recuperados, os policiais encontraram galões de defensivos fora da validade e abandonados em uma área de mata, provavelmente, produtos de ação criminosa. Uma mulher foi presa em flagrante por receptação e crime ambiental ao deixar de dar destinação correta a resíduos e embalagens de agrotóxico.

Comente esta notícia