facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 27 de Maio de 2024
27 de Maio de 2024

14 de Maio de 2024, 17h:10 - A | A

POLÍCIA / DUPLO HOMICÍDIO

Mulher morta a tiros ao lado do marido trabalhava como motorista de aplicativo

A vítima foi encontrada junto de seu marido, cujo corpo estava no porta-malas do carro

THIAGO STOFEL
REPÓRTERMT



Poliana Maria de Lima Silva, de 37 anos, que foi encontrada morta na noite dessa segunda-feira (13) junto de seu marido José Gustavo Franca, de 28 anos, trabalhava como motorista de aplicativo, em Cuiabá, e era natural do Pernambuco. A vítima morava na Capita há cerca de dois anos.

De acordo com apuração do RepórterMT, a vítima trabalhava com um carro alugado recentemente e trabalhava como freelancer na empresa em que alugava o carro. O veículo do casal sumiu e ainda não foi encontrado.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Poliana e José tinham quatro filhos pequenos que estão sob cuidados de um familiar.

Leia mais - Casal é encontrado morto a tiros em Cuiabá; homem estava no porta-malas

Duplo homicídio 

De acordo com apuração do RepórterMT, moradores do Pedra 90, próximo da região Cinturão Verde linha 17, ouviram disparos de arma de fogo e decidiram acionar a polícia.

No local, os policiais encontraram um Fiat Uno parado e duas pessoas mortas, sendo uma mulher que estava caída ao lado do carro, enquanto o homem estava dentro do porta-malas do veículo.

Uma equipe da Politec foi acionada e constatou que as vítimas foram assassinadas a tiros e também tinham ferimentos pelo corpo, o que sugerem que o casal foi agredido antes de ser morto.

A motivação do crime é desconhecida e a Polícia Civil investiga o caso.

Comente esta notícia