Cuiabá, 31 de Janeiro de 2023
logo

17 de Novembro de 2014, 10h:16 - A | A

POLÍCIA / BURACO DA CAB NO CPA

Motociclista desvia de ‘vala’, invade pista contrária e bate de frente com outra moto; os dois morreram

Os corpos foram encaminhados para o IML para fazer o exame de necropsia. Na manhã desta segunda-feira (17), o órgão liberou à família, o corpo de Peterson. No entanto, a outra vítima ainda segue sem identificação.

JOÃO RIBEIRO
DA REDAÇÃO



O motociclista Peterson Souza Prates, de 24 anos,  e outro rapaz não identificado, morreram após bater de frente as motos em que pilotavam, por volta das 22h, deste domingo (16).

A colisão fatal ocorreu na Avenida Historiador Rubens de Mendonça (CPA), no trecho de ‘mão dupla’, entre os bairros Serra Dourada e Aroeira, em Cuiabá.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Segundo informações do 3º Batalhão da Polícia Militar, um dos motociclistas não conseguiu ver a tempo uma vala aberta na pista, feita pela CAB Ambiental e para não cair no buraco, invadiu a pista contrária. A moto bateu de frente com a outra. Com o impacto da colisão, Peterson e o outro piloto da outra moto foram jogados no chão e morreram na hora.

Os corpos foram encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML) para fazer o exame de necropsia. Na manhã desta segunda-feira (17), o órgão liberou à família o corpo de Peterson. No entanto, a outra vítima ainda segue sem identificação.

Agentes da Perícia Oficial de Identificação Técnica (Politec) foram ao local para investigar as causas da batida. O laudo conclusivo só deve ser concluído daqui 40 dias. A batida está sendo investigada pela Delegacia Especializada de Delitos de Trânsito

Na manhã desta segunda-feira (17), testemunhas informaram ao RepórterMT que a CAB Ambiental já teria fechado a vala. A concessionária teria feito o buraco na pista para arrumar um vazamento na rede de água e esgoto.

Reprodução Internauta

batida

Funcionários da CAB Ambiental tampando a vala na pista

AVENIDA FATAL

A Avenida do CPA foi palco de diversas colisões neste ano. Em um deles, ocorrido no dia 18 de setembro, o motorista Frederico Soares Campos Neto, de 32 anos, morreu após bater o veículo ‘VW Gol G5’ de frente com um poste de energia elétrica.

O motorista trafegava sentido Centro, e estaria dirigindo em alta velocidade, quando perdeu o controle da direção do Gol e se chocou contra o poste.  Com o impacto da colisão, o carro ficou totalmente destruído, quase partido ao meio. O veículo ainda destruiu totalmente o pilar de concreto. 

Ele era neto do ex-governador de Mato Grosso, e ex-prefeito de Cuiabá por dois mandatos, Frederico Campos.

Já no dia 4 de outubro, no trecho próximo ao viaduto da Sefaz, o motorista de um Gol perdeu o controle da direção, bateu em um poste com sinal e capotou.

Testemunhas disseram que o condutor trafegava em alta velocidade. Como o trecho que ocorreu a batida é de ‘linha reta’, ele poderia estar dormindo ao volante. Já que o carro subiu o meio fio e batido no sinaleiro. 

Após a colisão, o motorista ficou inconsciente e teve que ser levado por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) para o Pronto-Socorro Municipal.

Comente esta notícia

Antônio das Neves 19/11/2014

Trágico, agora depois dessa fatalidade a CAB vai tapa a vala e fica como se nada houvesse acontecido, e a vidas que foram ceifadas, cadê as autoridades, prefeitura, políticos? Para deixarem ela aumentar para 90% o esgoto também estão todos se omitindo, vergonhoso.

1 comentários

1 de 1