Cuiabá, 06 de Julho de 2022
logo

20 de Junho de 2022, 14h:55 - A | A

POLÍCIA / VEJA VÍDEO DO ATAQUE

Morre técnica de enfermagem baleada em bar por engano

Luiza Gonçalves Veloso estava internada desde o dia 4 desse mês

DIOGO COELHO
DO REPÓRTER MT



Luiza Gonçalves Veloso, de 39 anos, morreu após 15 dias internada. Ela havia sido baleada por engano em um bar, juntamente com mais duas pessoas, no dia 3 desse mês, em Cáceres (285 km de Cuiabá).

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) confirmou a morte da técnica de enfermagem nesse domingo (19) e manifestou pesar pelo falecimento da vítima. Luiza trabalhava na clínica obstétrica do Hospital Regional de Cáceres.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

>>> Receba notícias no Telegram e fique bem informado

O velório ocorreu na noite de domingo, na capela Funerária Park dos Ipês, e o sepultamento nesta manhã (20), no cemitério São João Batista.

Leia mais sobre o caso - Bandido tenta matar rival, mas fere outras duas pessoas a tiros

Neste momento difícil, a secretária de Estado Kelluby de Oliveira e todos os servidores do Hospital Regional de Cáceres e da SES expressam os sentimentos de pesar aos familiares e amigos da profissional e manifestam gratidão pela dedicação à Saúde Pública do Estado”, escreveu a SES.

Relembre o caso

Três pessoas foram baleadas na madrugada de sexta-feira, 3 de junho, em Cáceres (285 km de Cuiabá), em um crime por vingança. O caso foi registrado em um bar e o bandido que atirou, de 19 anos, alegou que tentava matar um outro rapaz, de 20 anos, que o havia ameaçado.

Segundo o boletim de ocorrência, o homem teria ido até um bar disposto a realizar a execução, mas além de atirar no inimigo, também acabou atingindo outras duas pessoas – um homem de 43 anos e uma mulher de 39 anos, que não tinham nada a ver com a situação.

Veja o vídeo:

 

 

 

Comente esta notícia