Cuiabá, 03 de Fevereiro de 2023
logo

27 de Outubro de 2014, 09h:42 - A | A

POLÍCIA / VIOLÊNCIA SEM FIM

Menor mata rival a facada após ser ameaçado de morte em bar em VG

Entre a tarde de domingo (26) e a madrugada desta segunda-feira (27), dois adolescentes morreram na cidade.

JOÃO RIBEIRO
DA REDAÇÃO



Dois adolescentes foram mortos entre a tarde deste domingo (26) e a madrugada desta segunda-feira (27), em bairros periféricos de Várzea Grande. Para a Polícia Militar, os crimes foram motivados por acerto de contas, no entanto, a Polícia Civil está investigando a hipótese.

Por volta da 1h, desta segunda-feira (27), J. P. de T., de 16 anos, foi esfaqueado pelo suspeito M.S.R., de 17 anos, em um bar, localizado na Rua Maria do Carmo de Assis, no bairro Princesa do Sol.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

A namorada da vítima disse aos PM’s, que atenderam a ocorrência, que o menor iniciou uma discussão com o suspeito. Durante o bate-boca, M.S. pegou uma faca e o atacou. J.P ainda tentou fugir, mas foi atingido várias vezes nas costas. Após o crime, o suspeito fugiu.

Também aos PM’s, a mãe o suspeito que é proprietária do bar, disse que o filho apenas se defendeu. Já que no último sábado (25), M.R. e o pai dele teria o ameaçado de morte durante uma discussão.

De acordo com a mulher, assim que viu J. P. entrar no bar, o filho teria premeditado o crime e apenas se ‘defendeu’.

MAIS MORTE

Já por volta das 13h, do domingo (26), no bairro 13 de Setembro, K. F. da S. A., de 16 anos, foi assassinado com seis tiros por dois homens não identificados, em uma motocicleta.

De acordo com a PM, a vítima estaria com uma certa quantia em dinheiro e estaria indo para casa de familiares. No entanto, foi abordada por dois homens em uma moto.

Os criminosos pegaram o dinheiro e atiraram várias vezes contar ele. Kaio foi baleado duas vezes na cabeça, duas no peito, uma na perna e outro no braço.

Testemunhas ainda o levaram até o Pronto Socorro Municipal, mas o adolescente morreu no box de emergência.

A Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Cuiabá está investigando os dois assassinatos.

Comente esta notícia