Cuiabá, 27 de Novembro de 2022
logo

17 de Dezembro de 2016, 10h:56 - A | A

POLÍCIA / ÁLCOOL E VOLANTE

Médico do Samu é preso ao dirigir bêbado e atropelar mãe e filho

Caso aconteceu no Centro de Rondonópolis. Ao ser preso, Hélio Garcia Neto, 36, confessou que consumiu álcool em confraternização

LUIS VINICIUS
DA REDAÇÃO



O médico Hélio Cavalcanti Garcia Neto, 36, foi preso no fim da tarde de sexta-feira (16), após atropelar uma mulher de 41 anos e seu filho de 1 ano, no centro de Rondonópolis (212 km ao Sul de Cuiabá).

Segundo informações da Polícia Militar, a mulher andava pela Avenida Dom Wunibaldo, com o bebê no colo, e, ao tentar atravessar a via, o médico deu ré no carro, um Outlander, e atingiu mãe e filho. 

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Com o impacto, a mulher caiu e foi arrastada pelo carro, que só parou porque houve a intervenção de pessoas que estavam próximas ao local.

A mãe sofreu lesões nas pernas e braços e ficou com dores na região abdominal. A criança teve apenas escoriações nas pernas.

A mãe e o filho foram socorridos e encaminhados, por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), ao Hospital Regional.

À reportagem, os policiais que registraram o Boletim de Ocorrência disseram que o médico demonstrava falta de equilíbrio e de coordenação motora.

Ao ser questionado sobre o uso de bebida alcoólica, Hélio Garcia confessou o consumo e disse estava voltando de uma confraternização.

Ele se identificou como médico do Samu, porém se recusou a realizar o teste do bafômetro.

Na 1ª Delegacia de Polícia, para onde foi levado pelos PMs, o médico foi autuado por conduzir carro em estado de embriaguez.

O delegado aplicou multa de R$ 4.400,00 e, após pagar fiança, ele foi liberado.

Comente esta notícia