Cuiabá, 29 de Setembro de 2022
logo

17 de Dezembro de 2013, 11h:05 - A | A

POLÍCIA / DURANTE EMBOSCADA

Homem é morto a tiros e esposa fica ferida; suspeito está foragido

Suspeitos ‘pareou’ carro com o das vítimas e um deles atirou várias vezes. Mulher foi levada pelo SAMU ao Hospital Regional com dois tiros no braço.

JOÃO RIBEIRO
DA REDAÇÃO



Um homem morreu com vários tiros e a esposa dele ficou ferida em uma emboscada cinematográfica, na Rua José Barriga, do bairro Santa Clara, no município de Rondonópolis (220 km de Cuiabá). O homicídio ocorreu na manhã desta terça-feira (17).

Segundo informações da PM, Jean Carlos Barbosa Martins, de 19 anos, estava em um Celta, de cor preta, com sua esposa,Isabela Santos Ferreira, de 20 anos. Quando outro Celta, de cor vermelha, ‘pareou’ com o carro e um dos ocupantes do veiculo, atirou várias vezes contra as vítimas e depois fugiu.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Jean foi atingido no peito e morreu na hora. Já Isabela levou dois tiros no braço e foi levada por uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) ao Hospital Regional da cidade.

Após o crime, viaturas da PM fizeram rondas pela região, mas não conseguiram localizar os suspeitos.

Conforme um policial, o crime pode ser um acerto de contas. Na segunda-feira (16), a Justiça tinha deferido um mandado de prisão contra a vítima. O corpo de Jean foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Rondonópolis.

MAIS MORTES

Na noite deste domingo (15), Ana Cássia Gil de Queiroz foi morta com um tiro pelo próprio marido, A. P. G.. Após o crime,  o  suspeito tentou se matar, porém foi contido por uma tia, que tirou a arma da mão dele. Depois da confusão o criminoso fugiu.

Quando a Polícia Militar chegou para prendê-lo, foi informada pela mulher que o suspeito tinha fugido. Várias guarnições da PM fizeram rondas pela região, mas não conseguiram localizar o suspeito.

Conforme um policial, o motivo do crime pode ser passional, já que o casal estava recentemente separado. “Ele não aceitava o término do relacionamento”, explicou.

Os policiais conseguiram apreender a arma utilizada no crime. O revólver calibre 22 estava com quatro munições disparadas e duas falhadas.

Comente esta notícia