facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 15 de Julho de 2024
15 de Julho de 2024

21 de Junho de 2024, 15h:55 - A | A

POLÍCIA / "ATIRO SEM DÓ"

Em Goiás, polícia ensina execução de testemunhas

Em treinamento, PMs de batalhão de elite fazem apologia a assassinato: “Se eu pego, atiro sem dó nem compaixão”. A PMGO não se manifestou

THALYS ALCÂNTARA
DO METRÓPOLES



Policiais militares de grupo de elite em Goiás gravaram um vídeo durante um treinamento em que cantam uma música que faz apologia à execução de “bandidos” e incentiva a “caça” de testemunhas.

“Matar o bandido, acende uma vela, bota ele na mala, eu vou pra estrada velha. Eu tenho uma notícia e um corpo baleado. E a testemunha, aponta o caçador, eu quero a testemunha na sexta-feira à tarde. Eu tô de viatura, caçando esse covarde. Se eu pego, atiro sem dó nem compaixão. Minha emoção é zero, o verdadeiro inferno”, diz trecho da canção, cantada no estilo jogral.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

O treinamento em questão é do Comando de Operações de Divisas (COD), batalhão especial da PM de Goiás envolvido em diversas polêmicas desde que passou a ser comandado pelo tenente-coronel Edson Melo, também conhecido como Edson Raiado. O vídeo é de maio de 2023, época em que ele era comandante.

 

Leia a matéria completa em Metrópoles.

Comente esta notícia