Cuiabá, 02 de Fevereiro de 2023
logo

04 de Novembro de 2014, 09h:47 - A | A

POLÍCIA / VG SITIADA

Corpo é encontrado com marca de tiro em terreno baldio; ninguém foi preso

A vítima tinha uma perfuração de tiro na cabeça. Com isso, o cadáver foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para fazer o exame de necropsia.

JOÃO RIBEIRO
DA REDAÇÃO



O corpo de Igor da Cruz, de 18 anos, foi encontrado em um terreno baldio na Rua Jacarandá, no bairro Mapim, em Várzea Grande. Testemunhas localizaram o corpo por volta das 7h, desta terça-feira (4).

Segundo informações da Polícia Militar, a vítima tinha uma perfuração de tiro na cabeça. Com isso, o cadáver foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para fazer o exame de necropsia.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

A PM informou que o crime pode ser um acerto de contas da vítima com traficantes da região, já que testemunhas disseram que Igor seria usuário de drogas. No entanto, a Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Cuiabá, investiga a hipótese.

Com esse homicídio, a cidade já registra três assassinatos no mês. Somente na segunda-feira (3), duas pessoas foram executadas em menos de oito horas.Sendo que na madrugada, o cabo da PM, Ivan Marcos Minhoni Firmino, de 42 anos, foi executado no Cristo Rei, com três tiros.

Já na por volta das 10h, o ex-presidiário Rogério Eduardo Bernades, também conhecido como ‘Porco’, de  42 anos, foi morto na frente da casa da ex-esposa, no bairro Costa Verde, com cinco tiros.

TENTATIVA DE HOMICÍDIO

Também na madrugada desta terça-feira (4), mas em Cuiabá, Ivan Reis Godoy foi esfaqueado na região do Centro, por um homem não identificado.

Testemunhas informaram a PM’s do 1º Batalhão, que Ivan teria sido atacado em um dos becos e caído já ensanguentado no pátio do posto ‘Seminário’, na frente da Praça Maria Taquara. 

O homem foi levado pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) ao Pronto Socorro, e internado em estado grave na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). PM’s fizeram rondas na região, mas não prenderam ninguém. 

Comente esta notícia