Cuiabá, 31 de Janeiro de 2023
logo

04 de Dezembro de 2014, 08h:26 - A | A

POLÍCIA / LUTO NA CASERNA

Corpo de cabo da PM, morto em tiroteio com assaltantes, é velado

O PM morreu após ser baleado no peito por dois bandidos, que haviam acabado de assaltar uma empresa de revenda de carros, no bairro da Manga, de VG.

JOÃO RIBEIRO
DA REDAÇÃO



O corpo do cabo da Polícia Militar, Marco Antônio, de 45 anos, está sendo velado em uma igreja evangélica, localizado na Rua Embauval, no centro de Várzea Grande. O velório começou às 4h, desta quinta-feira (4), já o enterro ocorre às 16h. No entanto, o cemitério ainda não foi definido pelos familiares.

Na tarde de ontem (3), o policial morreu após ser baleado no peito por dois bandidos, que haviam acabado de assaltar uma empresa de revenda de carros, no bairro da Manga, região periférica da cidade.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

De acordo com um policial militar, o dono do estabelecimento teria reagido ao assalto e entrado em luta corporal com os bandidos. Na fuga, os assaltantes se depararam com o Cabo da PM, que não estava de serviço e tinha acabado de sair de casa.

O PM trocou tiros com os bandidos e foi atingido do lado esquerdo do peito. Em seguida, os assaltantes fugiram em uma Honda Twister.

Testemunhas acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) que levou o policial até o Pronto-Socorro de Cuiabá, mas ele morreu no box de emergência.

Um dos bandidos teria sido baleado pelo policial e estaria internado no Pronto-Socorro de Várzea Grande. No entanto, a PM não confirmou a informação.

Marco Antônio era lotado no Comando Especial da corporação.

LEI MAIS 

Cabo da PM morre baleado no peito ao tentar impedir assalto em Várzea Grande

Comente esta notícia