facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 15 de Julho de 2024
15 de Julho de 2024

21 de Junho de 2024, 10h:48 - A | A

POLÍCIA / CENAS DE HORROR

Aluno é imobilizado e espancado por três colegas em escola de MT; veja vídeo

Imagens foram gravadas na terça-feira (18) dentro de colégio em Nova Mutum.

APARECIDO CARMO
DO REPÓRTERMT



Um vídeo que circula nas redes sociais mostra o momento em que um aluno de 15 anos é agredido por outros três colegas dentro da sala de aula, na Escola Estadual José Aparecido Ribeiro, em Nova Mutum (242 km de Cuiabá). O episódio ocorreu na terça-feira (18).

As imagens mostram que um garoto de camisa branca imobiliza um colega uniformizado, fazendo ele cair no chão. Enquanto o estudante tenta se soltar, outros dois se aproximam e desferem chutes contra ele.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Outros alunos assistem às cenas sem tentar separar os envolvidos. As imagens parecem ter sido gravadas em um momento em que os alunos estão sozinhos na sala de aula, sem a presença de um professor.

LEIA MAIS - Menor tenta matar namorada com facadas no pescoço

Segundo as informações divulgadas pela Polícia Civil, os agressores são colegas de turma da vítima. O caso foi registrado como lesão corporal e mais informações não foram repassadas, por envolver menores de idade.

Em nota, a Secretaria de Estado de Educação (Seduc), informou que os alunos serão suspensos por três dias e que durante esse período participarão de atividades pedagógicas sob acompanhamento.

Além disso, foram realizadas atividades com os demais alunos para promover a cultura de paz, visando a conscientização e o diálogo entre os estudantes.

A Diretoria Regional de Educação (DRE) acompanha o andamento do caso em conjunto com a direção do colégio.

Comente esta notícia

Nádia 21/06/2024

E o que aconteceu com os agressores? Não tem família para falar por eles? São filhos de chocadeira?

positivo
0
negativo
0

Paulo Sa 21/06/2024

Que blz! Comete crime e fica assim...com a impressão de impunidade e que eles podem fazer o que quiser! Nesse ponto divirjo! Podem realmente fazer o que querem pois são \"di menor\".

positivo
4
negativo
0

2 comentários

1 de 1