Cuiabá, 31 de Janeiro de 2023
logo

07 de Novembro de 2014, 09h:53 - A | A

POLÍCIA / PASSIONAL

Adolescente de 17 anos é executado a tiros em VG; suspeito é ex da atual namorada da vítima

O suspeito também é morador da Manga e deve ser intimado a depor na DHPP de Cuiabá. Existe a suspeita, que o homicídio possa ter sido passional (motivado por paixão), já que ‘Breno’, seria um ex-namorado da atual namorada de Luiz.

JOÃO RIBEIRO
DA REDAÇÃO



O adolescente Luiz Henrique Nunes Paixão, de 17 anos, foi morto a tiros por dois homens em uma VW Saveiro, por volta das 21h30, desta quinta-feira (6). O assassinato ocorreu no bairro da Manga, região do Cristo Rei, em Várzea Grande.

Segundo informações do 25º Batalhão da Polícia Militar, testemunhas, que não quiseram se identificar, disseram aos policiais que a vítima estava na frente da casa dela, quando os dois criminosos no veículo se aproximaram.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Um deles teria perguntado algo à vítima, em seguida, sacou a arma e fez vários disparos. Luiz ainda tentou fugir, mas foi atingido nas costas e morreu no local. O corpo dele foi levado ao Instituto Médico Legal (IML) para fazer o exame de necropsia.

Ainda conforme a denúncia das testemunhas, um dos autores do crime seria conhecido como ‘Breno’. O suspeito também é morador da Manga, e deve ser intimado a depor na Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Cuiabá. Existe a suspeita que o homicídio possa ter sido passional (motivado por paixão), já que ‘Breno’, seria um ex-namorado da atual namorada de Luiz.

NOVEMBRO VERMELHO

Somente na primeira semana do mês, Várzea Grande registrou outros seis assassinatos. A maioria deles tem vítimas envolvidas com a criminalidade. Como a execução de Lourenço da Silva, também conhecido como ‘Piveta’, de 25 anos, na manhã de ontem (6).

O homem que já havia cumprido pena por homicídio, estava em uma residência, usada como boca-de-fumo, localizada no bairro Parque Sábia, quando foi atacado com várias tijoladas na cabeça. 

A Polícia Militar acredita que o crime seja um acerto de contas, já que Lourenço havia tentando matar um traficante da região, há 15 dias, no bairro São Mateus, também na cidade.

Comente esta notícia