Cuiabá, 29 de Setembro de 2022
logo

22 de Setembro de 2022, 16h:30 - A | A

PODERES / DISPUTA AO SENADO

Wellington lidera intenções de voto e "empata" com Neri na rejeição

Os dados constam no levantamento feito pelo Instituto Percent, divulgado na quarta-feira (21).

DAFFINY DELGADO
DO REPÓRTER MT



O senador e candidato à reeleição Wellington Fagundes (PL) está liderando as pesquisas de intenção de voto, para o pleito deste ano. No levantamento feito pelo Instituto Percent, divulgado na quarta-feira (21), ele aparece com 40,5% na estimulada e 18,9% na espontânea.

Entretanto, os dados ainda mostraram que ele saiu na frente com 10,5%, entre os entrevistados que responderam que não votariam nele de jeito nenhum.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral com o número MT-01749/2022 e BR 07048/2022, trouxe no levanto estimulado, em segundo lugar nas intenções de voto, o deputado federal Neri Geller (PP), com 14,3%.

Em terceiro ficou Antonio Galvan (PTB), com 5,7%, Jorge Yanai apareceu com 4,0% e Kássio Coelho com 1,0%.

Já Feliciano Azuaga apresentou 0,6% e José Roberto com 0,5% das intenções de voto. Brancos e nulos ficaram com 4,8%. Os indecisos somam 28,6% dos entrevistados.

Já na espontânea, a segunda posição segue com Neri, com 11,0%, seguido por Galvan com 3,9%.

Jorge apareceu com 3,0%, Kássio Coelho com 0,3%, José Roberto com 0,1% e Azuaga com 0,1%.  Nulos e brancos ficaram com 3,1%.   

Candidatos mais rejeitados

Apesar de liderar as pesquisas das intenções de voto, Wellington também saiu na frente no levantamento entre os candidatos mais rejeitados para Senado, em Mato Grosso.

Conforme o instituto, o senador apareceu com 10,5% e em segundo lugar ficou Neri Geller com 10,3%. Kássio Coelho aparece em terceiro com 2,8%, Galvan registrou 2,1% e Jorge Yanai com 1,3%.

Feliciano Azuaga teve 1,0% e José Roberto com 0,9%.

Os entrevistados que não responderam marcaram 1,0%. Já os que não souberam ficou em 32,1% e os que preferiram não escolher ninguém ficou com 38,0%.

Leia também

Lula lidera rejeição do eleitorado de MT; 47% não votam de jeito nenhum

Comente esta notícia