facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 18 de Julho de 2024
18 de Julho de 2024

23 de Setembro de 2017, 07h:50 - A | A

PODERES / DELATOR GRAVADO

Silvio diz que está em dificuldade e pede dinheiro a ex-secretário

O ex-chefe de gabinete de Silval Barbosa (PMDB), Silvio Corrêa, foi gravado pelo ex-secretário de Indústria e Comércio, Alan Zanatta, no dia 28 de agosto.

CAROL SANFORD
DA REDAÇÃO



O ex-chefe de gabinete de Silval Barbosa (PMDB), Silvio Corrêa, pediu dinheiro ao ex-secretário de Indústria e Comércio, Alan Zanatta, no diálogo gravado pelo ex-gestor, no final de agosto. Silvio disse estar passando dificuldades financeiras após o acordo de delação premiada com o Ministério Público Federal (MPF).

Como parte do acordo com o MPF, o ex-chefe de gabinete se comprometeu a devolver R$ 472 mil, entregando um imóvel. Silvio revela que Silval é quem pagará o ressarcimento.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Alan: Você vai devolver quinhentos [R$ 500 mil], eu vi lá alguma coisa, que você vai devolver perto de seiscentos [R$ 600 mil] paus, né?

Silvio: Isso é ele [Silval] quem vai pagar, né... quinhentos mil. Quem vai pagar é o imóvel, né?”

Na conversa, Zanatta questiona se Silvio estaria sendo ajudado por Silval. O ex-assessor confirma que o ex-governador faria alguns depósitos, porém nada tinha sido feito até aquele momento.

Silvio: É. Aí ele ficou de me ajudar. Ficou de me dar uma ajuda nesse... desde março para cá, né?

Alan: E nada.

Silvio: E nada.”

O ex-secretário também pergunta se Silvio não teria outros bens que pudessem render algum dinheiro e o ex-chefe de gabinete responde que estaria passando fome.

Em seguida, Silvio comenta que precisa de cerca de R$ 12 mil para se manter e pede ajuda a Zanatta.

Silvio: Ah cara, eu to... nem gosto de falar, mano. Eu ia até fazer um pedido que se tivesse como me dar uma ajuda aí depois que [...] Eu tô fudido mesmo aí.

Alan: Eu vou ver, tô com uns trem que tá começando a andar aí.

Silvio: Vê o que você pode me ajudar aí... é pouquinha coisa, juro pra você, (se tivesse) pelo menos um carro pro meu filho andar”

Silvio reforça o pedido relatando problemas familiares, como a saúde do filho, que estaria em depressão.

A gravação foi feita por Zanatta durante uma visita na casa de Silvio, no dia 28 de agosto. Segundo o ex-secretário, a ideia era se resguardar no caso de ser gravado por Silvio. Os áudios foram apreendidos na casa do prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (PMDB), no dia da Operação Malebolge, na quinta-feira (14).

Comente esta notícia