Cuiabá, 27 de Novembro de 2022
logo

30 de Setembro de 2022, 15h:19 - A | A

PODERES / MAIS UMA DERROTA

Justiça multa Ulysses em R$ 10 mil por propaganda ilegal contra Mauro Mendes

Deputado impulsionou conteúdo com propaganda negativa, o que é proibido

DO REPÓRTER MT



O juiz auxiliar da propaganda eleitoral, Fabio Fiorenza, multou o deputado estadual Ulysses Moraes (PTB) em R$ 10 mil, por impulsionar propaganda ilegal contra o governador Mauro Mendes (UB). A decisão é desta sexta-feira (30.09).

Conforme a ação, ingressada pelo advogado Rodrigo Cyrineu, Ulysses patrocinou propaganda negativa contra o governador em suas redes sociais, o que é vedado pela legislação eleitoral.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Na propaganda, o deputado fazia críticas sem fundamento à gestão de Mauro na saúde e no controle das finanças. Por conta disso, a Justiça já havia mandado Ulysses apagar o vídeo, em decisão liminar (provisória).

Ilegalidade

De acordo com o juiz Fabio Fiorenza, a ilegalidade na conduta do deputado ficou clara.

“É patente que o candidato descumpriu a citada norma ao impulsionar mensagens negativas relacionadas ao adversário político, utilizando a ferramenta contratada para promover críticas e não para beneficiar a si mesmo ou a terceiro”, diz trecho da decisão.

Assim, o magistrado fixou multa de R$ 10 mil, considerando o alcance da postagem e o dano causado pelo conteúdo ilegal.

“Por todo o exposto, julgo PROCEDENTE a presente Representação para reconhecer a violação do art.29, §3º, da Res. TSE nº 23.610/2019 e, por consequência, condenar o REPRESENTADO ULYSSES LACERDA MORAES ao pagamento de multa no valor de R$ 10.000,00 (dez mil reais)”, decidiu.

Comente esta notícia