Cuiabá, 01 de Dezembro de 2022
logo

03 de Outubro de 2022, 18h:30 - A | A

PAPO RETO / EX-IMORRÍVEL

Urnas aposentam Carlos Bezerra após 5 mandatos na Câmara Federal

DO REPÓRTERMT



Um capítulo à parte das eleições em Mato Grosso neste domingo (02) é que o deputado federal Carlos Bezerra, o cacique do MDB, deixou de ser 'imorrível'. Após cinco mandatos na Câmara Federal ele foi aposentado pelas urnas neste pleito.

A votação deste ano mostrou a vontade de renovação do eleitor mato-grossense. Dos oito deputados federais, cinco são novos. Apenas José Medeiros (PL), Emanuelzinho (MSD) e Juarez Costa (MDB) foram reeleitos.

Bezerra teve seu primeiro mandato como deputado federal em 1979 e apesar dos 81 anos continua extremamente ativo politicamente e fez campanha percorrendo Mato Grosso com disposição semelhante à dos mais moços.

Bezerra teve 45,358 mil votos, ficando como segundo suplente, portanto o cacique ainda pode ressurgir futuramente na Câmaar Federal.

Em Mato Grosso ele continua sendo o 'oráculo' político, carregando a vasta experiência de ter sido governador de Mato Grosso, senador, deputado estadual e prefeito de Rondonópolis.

 

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Comente esta notícia

Jose Vitor 04/10/2022

Nem tudo são flores! Caso o Deputado Abilio tenha problemas no TJ e instancias superiores, o Dinossauro quem herdará uma vaga!

Humberto de Azevedo Marques 03/10/2022

Interessante, as urnas de 2022, sepultaram o velho guerreiro Carlos Gomes Bezerra, cacique do MDB desde 1974, quando se elegeu Deputado Estadual, depois foi Deputado Federal varios mandatos, e 2 vezes Prefeito de Rondonopolis, Governador do Estado de 1987/90, Senador da Republica de 1995/2003, agora foi derrota pelo seu afilhado Emanuelzinho. Em compensação as urnas de 2022, RESUCITARAM um outro cacique do velho PFL/DEM agora União Brasil, o ex-tudo de MT, Julio José de Campos, que foi eleito Deputado Estadual, com 33.800 votos, o 9° mais votado entre mais de 200 candidatos. Julio estava fora de cargos politicos desde 2014 quando encerrou o seu ultimo mandato de Deputado Federal. Sem duvida a eleição do JC vai melhor o nivel de debates na nossa tão sofrivel Assembleia Estadual.

2 comentários

1 de 1